Vitor Belfort pega suspensão médica de seis meses após derrota para Chris Weidman

Brasileiro somente será liberado antes, a partir de julho, se apresentar exames satisfatórios de seu ombro direito

Belfort (foto) acabou derrotado por Weidman no UFC 187. Foto: Divulgação/UFC

Belfort (foto) acabou derrotado por Weidman no UFC 187. Foto: Divulgação/UFC

Vitor Belfort poderá ficar um longo tempo afastado das lutas após sua derrota para Chris Weidman no UFC 187, no último sábado (23). O brasileiro, que perdeu por nocaute técnico ainda no primeiro round, recebeu uma suspensão médica de seis meses por parte da Comissão Atlética de Nevada.

Veja Também

Weidman revela problema antes de enfrentar Belfort: ‘Estava com vontade de ir ao banheiro’
Weidman analisa desafiantes e sentencia: ‘Jacaré é mais perigoso que Rockhold’
Weidman fatura mais de R$ 9 mil por segundo e embolsa maior salário do UFC 187

Belfort deverá ficar sem lutar até o dia 20 de novembro, devido a uma contusão no ombro direito. No entanto, caso apresente um exame ortopédico que descarte qualquer lesão mais grave, será liberado para lutar a partir do dia 7 de julho.

O “Fenômeno” alegou que contundiu seu ombro na queda aplicada por Weidman nos instantes iniciais do combate. Depois disso, o norte-americano chegou à montada e concluiu a luta com golpes.

O campeão dos médios recebeu uma suspensão mais curta, sem lutar até o dia 7 de julho e sem contato até o dia 23 de junho, devido a pequenas lacerações no rosto que adquiriu no combate.

Novo campeão dos meio-pesados, Daniel Cormier também poderá ficar sem lutar até novembro. O norte-americano, que finalizou Anthony Johnson, somente será liberado antes caso apresente uma ressonância magnética satisfatória, sendo que a localidade da possível contusão não foi especificada.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments