‘Vou nocauteá-lo, finalizá-lo ou fazê-lo chorar por cinco rounds’, diz Mendes sobre McGregor

Norte-americano diz que fará luta mais dura para o irlandês do que faria José Aldo e minimiza curto período de treinamento

C. Mendes (foto) fará a luta principal do UFC 189. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Mendes (foto) fará a luta principal do UFC 189. Foto: Josh Hedges/UFC

Chad Mendes assumiu a responsabilidade de fazer a luta principal do UFC 189, no dia 11 de julho, diante de Conor McGregor, bastante em cima da hora. O norte-americano, escalado para substituir o lesionado José Aldo, acredita que terá totais condições de fazer uma apresentação de gala no evento, mesmo tendo sido confirmado na luta com menos de duas semanas de antecedência.

Veja Também

José Aldo sente a costela e está fora da luta contra Conor McGregor no UFC 189
Galeria: Relembre as cinco vezes em que Aldo se machucou e não lutou pelo título
Após saída de Aldo, McGregor vira favorito absoluto contra Mendes nas casas de apostas

Em entrevista ao site da emissora norte-americana “FOX Sports”, Mendes afirmou que se vê batendo McGregor e conquistando o cinturão interino dos penas de diferentes formas. “Eu me vejo batendo esse cara de três maneiras. Ou eu vou nocauteá-lo e deixá-lo inconsciente, porque ele baixa suas mãos várias vezes, ou eu vou quedá-lo e finalizá-lo, ou eu vou deixá-lo de costas para o chão, chorando e pedindo pela mãe, durante cinco rounds, dando-lhe uma surra. Eu não vejo problema em nenhuma dessas três formas”, declarou o norte-americano.

Mendes, cujas únicas derrotas na carreira foram justamente para Aldo, acredita que proporcionará a McGregor uma luta mais dura do que faria o campeão linear, justamente por conta do estilo de cada um. “Todos nós sabemos que Aldo é um superatleta, muito perigoso na trocação, mas é contra caras com essas características que Conor rende melhor. Nós nunca o vimos contra caras que usam o wrestling, que têm a explosão para encurtar a distância com ele. Os caras que já o venceram foram aqueles que o colocaram para baixo. Sinto que essa é uma grande brecha. O meu estilo, com meu wrestling, meu preparo físico, minha velocidade, poder de nocaute nas mãos, proporciona uma luta péssima para ele” analisou.

O norte-americano também minimizou a possibilidade de fazer uma apresentação ruim devido ao pouco tempo de treinamento. “Eu tenho duas semanas para ficar o mais em forma que eu conseguir. Eu tenho um estilo de vida saudável, então eu fico em uma forma bastante decente por todo o ano. Eu estou apenas fazendo alguns ajustes agora, mas não vou me lesionar e vou bater o peso. Vocês vão ver o velho Chad Mendes chegar lá no dia 11 de julho e dar uma surra”, completou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments