Ainda sem julgamento sobre doping, Anderson Silva projeta retorno ao UFC em dezembro

SUPER LUTAS apurou que ex-campeão do UFC afirmou, durante seminário no Canadá, que pretende voltar ao octógono no fim do ano

A. Silva (foto) já pensa em retornar ao UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Silva (foto) já pensa em retornar ao UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Inconsistência nos resultados de antidoping pode inocentar Anderson Silva, diz site
Vídeo: Anderson Silva faz primeiro arremesso em jogo de baseball nos Estados Unidos
Anderson Silva segue treinando duro e reflete: ‘O que aconteceu de ruim assimilei e descartei’
Anderson Silva pede por novo adiamento e audiência para caso de doping será em agosto

Envolvido em um polêmico escândalo de doping, Anderson Silva vive momento de indefinição em sua carreira no MMA. Mesmo assim, o ex-campeão dos médios do UFC já faz planos para voltar a subir no octógono.

No último sábado (18), “Spider” realizou um seminário na cidade de Toronto, no Canadá. Segundo apurou o SUPER LUTAS junto a fontes que estiveram presentes no evento, o lutador foi questionado sobre sua possível volta às lutas, e disse que pensa em voltar em dezembro deste ano.

A reportagem do site tentou entrar em contato com o estafe de Anderson Silva para mais detalhes, mas, até o presente momento, não obteve resposta.

Em sua última luta, em janeiro de 2015, Anderson foi flagrado por duas vezes em exames antidoping: uma semanas antes, e outra no próprio dia do combate. O brasileiro teve detectadas em seu organismo substâncias anabolizantes e ansiolíticas, que são proibidas pelo estatuto da Comissão Atlética de Nevada.

No momento, “Spider”, de 40 anos de idade, aguarda seu julgamento perante a entidade norte-americana, o que, depois de alguns adiamentos, deverá acontecer no mês que vem.

De acordo com o site do ex-lutador norte-americano BJ Penn, o caso de Anderson poderá passar por uma grande reviravolta, inclusive até com a possibilidade de absolvição do lutador. Segundo a publicação, as mesmas amostras do brasileiro que apontaram a presença de substâncias proibidas foram analisadas por um outro laboratório, cujo resultado deu negativo. Diante disso, a defesa do atleta alegaria inconsistência nos resultados para sua defesa.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments