Empresário revela que UFC ‘tem grandes chances’ de assinar com Fedor Emelianenko

Vadim Finkelchtein diz que fatores que impediram acordo no passado não são mais empecilho e garante que russo está ‘pronto para derrotar os melhores’

Fedor (foto) é considerado um dos maiores lutadores da história do MMA. Foto: Divulgação

Fedor (foto) é considerado um dos maiores lutadores da história do MMA. Foto: Divulgação

Três anos após sair da aposentadoria e voltar às lutas de MMA, o lendário lutador russo Fedor Emelianenko tem grande possibilidade de assinar contrato com o UFC. É o que garante o empresário do lutador, Vadim Finkelchtein, que considera que as principais barreiras que impediram um acordo entre as partes no passado não são mais um empecilho.

Veja Também

Ex-campeão do PRIDE, lendário russo Fedor Emelianenko anuncia retorno ao MMA
Fedor Emelianenko critica doping de Anderson Silva: ‘É um tapa na cara’
Fedor Emelianenko justifica ausência no UFC: ‘Me ofereceram condições inaceitáveis’

Emelianenko foi, por muito tempo, considerado o principal lutador peso pesado do planeta. No entanto, o UFC nunca obteve sucesso em contratar o russo, já que a M-1 Global, empresa organizadora de lutas que tem como presidentes o próprio Finkelchtein e Emelianenko, impunha como condição que houvesse uma parceria na promoção dos eventos em que o russo lutasse, o que o Ultimate nunca aceitou.

Em entrevista ao podcast “Submission Radio”, Finkelchtein garantiu que tal acordo não seria necessário nos dias de hoje. “Quanto à M-1, nós não estamos interessados agora em fazer co-promoção. A M-1 é uma promotora bem estabelecida na Europa e não precisa mais deste tipo de coisa. Naquela época [das primeiras negociações], a situação era completamente diferente. Tínhamos problemas financeiros. Agora, não vou vender a M-1 porque estamos crescendo e nos estabelecendo”, explicou o empresário.

“Acho que o UFC tem uma grande chance de assinar com Fedor. Depende de qual oferta eles farão. Se Dana [White, presidente do UFC] não for o único a falar [nas negociações], mas também fazer algumas coisas e fazer uma boa oferta a Fedor, eles têm uma boa chance”, acrescentou o empresário.

O presidente do UFC, aliás, é um dos grandes críticos de Emelianenko e seus empresários, a quem já acusou no passado de exigir condições absurdas para que o acordo fosse firmado. Para Finkelchtein, as desavenças também não seriam problemas.

“Dana falou muito sobre Fedor, sobre mim, e falou coisas ruins. Mas Fedor entende que aquilo tudo era relações públicas. Ele não tem uma relação ruim com Dana, e não tem nada contra ele”, garantiu.

E, caso Fedor assine de fato com o UFC, Finkelchtein garante que o russo teria condições de brilhar na maior organização de MMA do planeta, já que, apesar dos 38 anos de idade, considera que o lutador está em excelente forma.

“Antes de decidir se aposentar, Fedor estava trabalhando duro, treinando e lutando por toda sua carreira, e estava cansado, tanto física quanto mentalmente. Então, ele decidiu que era a hora de parar. Foi uma decisão conjunta e eu estava fazendo meu melhor para fazê-lo voltar. Agora ele decidiu voltar, mas ele nunca parou de treinar. Ele sempre deu aulas, fez sparring e coisas do tipo. Então, sua forma física está ótima agora. Ele não perdeu nada. Ele só precisa de um tempo para se preparar, porque eu vejo fogo em seus olhos. Mentalmente, ele está pronto. Ele só precisa treinar um pouco e estará apto a bater os lutadores mais fortes do mundo”, concluiu o empresário.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments