Ex-campeão do PRIDE, lendário russo Fedor Emelianenko anuncia retorno ao MMA | SUPER LUTAS

Ex-campeão do PRIDE, lendário russo Fedor Emelianenko anuncia retorno ao MMA

"Último Imperador" estava aposentado desde 2012; ainda não há a confirmação de qual organização ele atuará

F. Emelianenko (foto) fez história no extinto evento japonês PRIDE. Foto: Strikeforce/Divulgação

F. Emelianenko (foto) fez história no extinto evento japonês PRIDE. Foto: Strikeforce/Divulgação

Considerado por muitos o principal peso pesado de todos os tempos, e até mesmo o maior nome das artes marciais mistas na história, o lendário russo Fedor Emelianenko está de volta ao MMA. Aposentado desde 2012, quando bateu o brasileiro Pedro Rizzo no evento russo “M-1 Global”, e se dedicando à política desde então, Fedor anunciou seu retorno ao esporte que o consagrou.

Veja Também

“Para todo atleta é muito importante poder estar envolvido com sua coisa favorita: dar o máximo de si nos treinos, atuar em competições e defender a honra de sua terra-natal. Durante meus anos no Ministério, eu pude trabalhar no desenvolvimento das artes, trabalhar próximo dos presidentes das federações esportivas, ajudando-os a reconhecer os problemas internos do esporte, e, na medida do possível, tentando resolvê-los. Mas, agora, eu sinto que é hora de voltar ao ringue”, disse Fedor, em comunicado divulgado pelo site russo “Union MMA”.

“Eu pude recuperar e curar todas as antigas feridas. Durante os últimos três anos eu mantive minha forma física, mas esse nível não é o suficiente para ir à batalha. Portanto, recentemente, eu iniciei um treinamento intensivo. Nós reunimos uma equipe de treinadores versáteis e atletas que vão me ajudar no processo de treinamento. Eu tentarei participar do crescimento profissional dos atletas. Ainda há trabalho a ser feito antes de me preparar para finalmente deixar os ringues. Negociações estão em andamento com companhias que promover lutas. Assim que um acordo for fechado, haverá novas informações sobre a data da luta e meu rival”, garantiu o russo.

Ainda não há qualquer informação sobre qual evento receberá o retorno do “Último Imperador”, como era conhecido. Porém, tão logo foi anunciado o retorno de Fedor aos ringues, as especulações se iniciaram em sites e fóruns especializados. O principal favorito é o Bellator, grande rival do UFC, presidido por Scott Coker, grande amigo do russo e que, em 2009, após o fim do PRIDE, acertou sua contratação para o extinto “Strikeforce”. Emelianenko, inclusive, tem sido visto em alguns eventos do Bellator como convidado. Outros fãs, porém, não perdem a esperança de ver o peso pesado finalmente no octógono do Ultimate, sonho antigo do público, mas que nunca se realizou.

Aos 38 anos, Fedor Emelianenko tem um cartel profissional de 34 vitórias, quatro derrotas e uma luta sem resultado. Campeão dos pesos pesados do PRIDE de 2003 até o fim do evento, em 2007, Fedor manteve uma das mais longas sequências invictas da história, após ficar sem ser derrotado entre 2000 e 2010. A invencibilidade do “Último Imperador” chegou ao fim com a surpreendente finalização sofrida ainda no primeiro assalto para o brasileiro Fabrício Werdum no Strikeforce, até hoje uma das maiores zebras da história do MMA.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments