Ex-campeão do PRIDE, lendário russo Fedor Emelianenko anuncia retorno ao MMA

"Último Imperador" estava aposentado desde 2012; ainda não há a confirmação de qual organização ele atuará

F. Emelianenko (foto) fez história no extinto evento japonês PRIDE. Foto: Strikeforce/Divulgação

F. Emelianenko (foto) fez história no extinto evento japonês PRIDE. Foto: Strikeforce/Divulgação

Considerado por muitos o principal peso pesado de todos os tempos, e até mesmo o maior nome das artes marciais mistas na história, o lendário russo Fedor Emelianenko está de volta ao MMA. Aposentado desde 2012, quando bateu o brasileiro Pedro Rizzo no evento russo “M-1 Global”, e se dedicando à política desde então, Fedor anunciou seu retorno ao esporte que o consagrou.

Veja Também

Musa do boxe faz encarada tensa no UFC Fight Night 71
São Paulo recebe último evento do UFC no Brasil em 2015
Wanderlei Silva acusa UFC de ‘armação’ em título de McGregor
Aldo promete ‘passar por cima’ de McGregor e diz que voltará aos treinos em duas semanas
Dana White enaltece atuação Thominhas no UFC 189: ‘Passou por um verdadeiro teste e foi aprovado’

“Para todo atleta é muito importante poder estar envolvido com sua coisa favorita: dar o máximo de si nos treinos, atuar em competições e defender a honra de sua terra-natal. Durante meus anos no Ministério, eu pude trabalhar no desenvolvimento das artes, trabalhar próximo dos presidentes das federações esportivas, ajudando-os a reconhecer os problemas internos do esporte, e, na medida do possível, tentando resolvê-los. Mas, agora, eu sinto que é hora de voltar ao ringue”, disse Fedor, em comunicado divulgado pelo site russo “Union MMA”.

“Eu pude recuperar e curar todas as antigas feridas. Durante os últimos três anos eu mantive minha forma física, mas esse nível não é o suficiente para ir à batalha. Portanto, recentemente, eu iniciei um treinamento intensivo. Nós reunimos uma equipe de treinadores versáteis e atletas que vão me ajudar no processo de treinamento. Eu tentarei participar do crescimento profissional dos atletas. Ainda há trabalho a ser feito antes de me preparar para finalmente deixar os ringues. Negociações estão em andamento com companhias que promover lutas. Assim que um acordo for fechado, haverá novas informações sobre a data da luta e meu rival”, garantiu o russo.

Ainda não há qualquer informação sobre qual evento receberá o retorno do “Último Imperador”, como era conhecido. Porém, tão logo foi anunciado o retorno de Fedor aos ringues, as especulações se iniciaram em sites e fóruns especializados. O principal favorito é o Bellator, grande rival do UFC, presidido por Scott Coker, grande amigo do russo e que, em 2009, após o fim do PRIDE, acertou sua contratação para o extinto “Strikeforce”. Emelianenko, inclusive, tem sido visto em alguns eventos do Bellator como convidado. Outros fãs, porém, não perdem a esperança de ver o peso pesado finalmente no octógono do Ultimate, sonho antigo do público, mas que nunca se realizou.

Aos 38 anos, Fedor Emelianenko tem um cartel profissional de 34 vitórias, quatro derrotas e uma luta sem resultado. Campeão dos pesos pesados do PRIDE de 2003 até o fim do evento, em 2007, Fedor manteve uma das mais longas sequências invictas da história, após ficar sem ser derrotado entre 2000 e 2010. A invencibilidade do “Último Imperador” chegou ao fim com a surpreendente finalização sofrida ainda no primeiro assalto para o brasileiro Fabrício Werdum no Strikeforce, até hoje uma das maiores zebras da história do MMA.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments