Audiência para acordo judicial de Jon Jones tem data marcada

Segundo corte do Novo México, nos Estados Unidos, ex-campeão do UFC será ouvido no próximo dia 29 de setembro

J. Jones (foto) falou na TV dos EUA sobre caso de uso de cocaína. Foto: Reprodução/YouTube

Caso J. Jones (foto) pode estar próximo de seu desfecho. Foto: Reprodução/YouTube

Após a notícia de que Jon Jones e seus advogados vão tentar um acordo antes do julgamento do caso do acidente no qual o lutador se envolveu e ainda abandonou o local sem prestar socorro à vítima, a audiência na qual pode ser selado o destino do ex-campeão do UFC finalmente teve sua data marcada – e vai acontecer bem antes do que se imaginava.

Veja Também

Defesa de Jones fica próxima de acordo com justiça dos EUA
Vídeo: Assista as vitórias de Phil Davis no GP do Bellator
Vídeo: Assista aos melhores momentos da luta entre Tito Ortiz x Liam McGeary
Fedor anuncia retorno em evento comandado por ex-presidente do Pride

Segundo a corte do estado do Novo México, Jones será ouvido em uma “plea hearing” (audiência preliminar do sistema judiciário norte-americano na qual o réu se declara culpado ou inocente e, eventualmente, acontecem negociações para um acordo entre as partes) no próximo dia 29 de setembro, segunda-feira, em Albuquerque (EUA), às 8h30 hora local, 5h30 pelo horário de Brasília.

No dia 26 de abril, Jones cruzou um sinal vermelho com uma SUV alugada e atingiu em cheio um carro que era dirigido por uma mulher grávida. Depois disso, o lutador fugiu da cena a pé, retornando brevemente ao seu carro para pegar uma quantidade de dinheiro que lá estava. A polícia encontrou drogas no local e Jones foi detido logo em seguida. O UFC, então, retirou seu cinturão dos meio-pesados e o suspendeu indefinidamente.

Aos 28 anos, Jon Jones é um dos maiores nomes da história do MMA e possui um cartel profissional de 21 vitórias e apenas uma derrota – por desqualificação após um golpe ilegal, em um resultado que gera polêmica até os dias atuais. Em sua última aparição no octógono, em janeiro, Jones bateu Daniel Cormier na luta principal do UFC 182. Coincidentemente, Cormier foi escalado para substituí-lo após toda a polêmica policial e acabou conquistando o título vago da categoria até 93 kg.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments