Cormier ignora desvantagem em altura e fala em aposentar Gustafsson no UFC 192

Lutadores bateram o peso sem aparente dificuldade e confirmaram a luta pelo título dos meio-pesados neste sábado (3)

Cormier e Gustafsson se encararam fixamente em pesagem. Foto: Divulgação

Cormier e Gustafsson se encararam fixamente em pesagem. Foto: Divulgação

Está tudo pronto para a luta principal do UFC 192, que colocará em jogo o cinturão dos meio-pesados do Ultimate. Nesta sexta-feira (2), em Houston, no Texas (EUA), Daniel Cormier e Alexander Gustafsson bateram o peso sem aparente dificuldade e confirmaram a luta pelo título, que acontecerá na noite de sábado.

Veja Também

‘Acho que Gustafsson é superestimado’, diz Cormier
Hendricks tem problemas no corte de peso e luta contra Woodley é cancelada
Vídeo: Reveja a conquista do cinturão do UFC por Daniel Cormier, na íntegra

Desafiante pelo título, Gustafsson foi o primeiro a subir na balança. Surpreendentemente, o sueco ficou abaixo do limite permitido, anotando 92,5 kg. Em seguida, o campeão, Cormier, subiu ao palco pulando, mostrando estar em boas condições físicas para a luta. Ele registrou 93 kg, o peso limite.

Na encarada, Cormier ignorou a grande desvantagem em altura e olhou fixamente Gustafsson, que não recuou. Depois, o campeão mandou um recado bem claro à torcida presente. “Foi o melhor corte de peso que já tive. Amanhã vou abrir a jaula e fazer Gustafsson pensar novamente em aposentadoria. Volte para a Suécia e vá ser modelo”, disse o norte-americano.

Gustafsson, por sua vez, foi mais breve: “Houston, vocês vão ver um novo campeão amanhã”, declarou.

O restante da pesagem aconteceu sem grandes contratempos. Ex-campeão dos meio-pesados, Rashad Evans subiu na balança pela primeira vez desde novembro de 2013, já que ficou afastado desde então por lesão. O lutador registrou 93 kg, pouco menos que seu adversário, Ryan Bader, que se utilizou da libra extra de tolerância dada às lutas que não valem o cinturão.

Em seguida, os dois lutadores se encararam fixamente, de maneira séria. Eles chegaram, inclusive, a ficar com os rostos colados, até que Evans começou a provocar Bader. O presidente do UFC, Dana White, interveio e evitou qualquer tipo de confusão.

Único brasileiro do evento, Adriano Martins bateu sem dificuldades o limite do peso leve. O único atleta a falhar na pesagem foi Francisco Trevino, que ficou quase dois quilos acima do que deveria.

Resultados da pesagem do UFC 192:

CARD PRINCIPAL

Meio-pesados: Daniel Cormier (93 kg) x Alexander Gustafsson (92,5 kg)
Meio-pesados: Ryan Bader (93,4 kg) x Rashad Evans (93 kg)
Pesados: Shawn Jordan (116,1 kg) x Ruslan Magomedov (107 kg)
Moscas: Joseph Benavidez (57,1 kg) x Ali Bagautinov (56,7 kg)
Galos: Jessica Eye (61,6 kg) x Julianna Peña (61,2 kg)

CARD PRELIMINAR

Penas: Yair Rodriguez (65,7 kg) x Dan Hooker (66,2 kg)
Meio-médios: Alan Jouban (77,1 kg) x Albert Tumenov (77,1 kg)
Leves: Adriano Martins (70,7 kg) x Islam Makhachev (70,7 kg)
Palhas: Rose Namajunas (52,1 kg) x Angela Hill (52,1 kg)
Leves: Francisco Trevino (72,5 kg*) x Sage Northcutt (70,7 kg)
Moscas: Chris Cariaso (57,1 kg) x Sergio Pettis (57,1 kg)
Pesados: Derrick Lewis (116,1 kg) x Viktor Pesta (107,5)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments