Rockhold minimiza habilidades de Weidman: ‘Lento, lento, lento’

Desafiante dos médios garante que irá passar por cima de campeão e fala como e quando acabará com a luta de dezembro

L. Rockhold (foto) enfrentará C. Weidman em dezembro. Foto: Josh Hedges/UFC

L. Rockhold (foto) enfrentará C. Weidman em dezembro. Foto: Josh Hedges/UFC

Em dezembro, Luke Rockhold irá desafiar o atual campeão dos médios do UFC, Chris Weidman, que se mantém com o cinturão depois de derrotar nomes como Anderson Silva, Lyoto Machida e Vitor Belfort. Porém, o currículo do campeão não impressiona seu próximo rival, que minimizou suas habilidades e garantiu que irá “passar por cima” para levar o título para casa.

Veja Também

‘Vou acabar com ele como um garotinho’, avisa Rockhold a Weidman
Rockhold: ‘Vitor Belfort é uma desgraça para o esporte’
Vitor Belfort dispara contra antigos rivais Weidman e Rockhold

Em entrevista ao podcast “Submission Radio”, Rockhold afirmou que Weidman é muito lento e prevê que irá desgastar o campeão no round inicial até obter a vitória nos assaltos seguintes.

“Acho que Chris vai ser uma luta difícil… Por um round. Talvez dois. Eu vou passar por cima e levar o cinturão para casa. Chris simplesmente é muito lento. Ele é muito lento. Isso é tudo o que tenho a dizer. Ele é lento, lento, lento”, opinou o desafiante pelo cinturão.

“Acho que a luta que fizemos com Lyoto Machida contam histórias diferentes levando em conta que enfrentamos o mesmo cara. Com Vitor Belfort, nem deveríamos falar disso. Não está nem no mesmo mundo, e todo mundo sabe qual que era a diferença. Eu vou acabar com Chris Weidman no primeiro round, vou expô-lo no segundo round. Vou acabar com ele com um chute de esquerda, seguido de um soco de esquerda. Ao mesmo tempo”, acrescentou o confiante norte-americano.

Companheiro de treinos do campeão dos meio-pesados do UFC, Daniel Cormier, Rockhold enfrenta Weidman no dia 12 de dezembro, na segunda luta mais importante do UFC 194, na cidade de Las Vegas (EUA). A principal atração será a disputa do cinturão dos penas, entre José Aldo e Conor McGregor.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments