Rockhold: ‘Vitor Belfort é uma desgraça para o esporte’

Norte-americano pegou carona na notícia sobre um exame omitido do brasileiro na época da luta contra Jon Jones e não poupou críticas

Vitor (esq.) e Rockhold (dir.) já se enfrentaram em 2013, com vitória para o brasileiro. Foto: Josh Hedges/UFC

Vitor (esq.) e Rockhold (dir.) já se enfrentaram em 2013, com vitória para o brasileiro. Foto: Josh Hedges/UFC

Nesta semana, a notícia divulgada pela imprensa norte-americana de que Vitor Belfort teria desafiado Jon Jones pelo cinturão dos pesos meio-pesados no UFC 152 mesmo após apresentar níveis elevados de testosterona em um exame realizado dias antes agitou o mundo do MMA. Um dos maiores rivais de Vitor, Luke Rockhold, derrotado por ele em maio de 2013, não perdeu a chance de atacá-lo e, em tom bastante irônico, detonou o brasileiro.

Veja Também

Site revela que Belfort fez luta no UFC em 2012 mesmo após apresentar exame irregular
‘MayPac’ encabeçam lista e MMA fica de fora dos ‘100 Atletas Mais Bem Pagos’
‘Não vejo como McGregor pode vencer Aldo’, diz Mendes
Faber acusa Ludwig de racismo, extorsão e preconceito contra mulheres

Vitor Belfort é uma piada e uma desgraça para o esporte”, disse Rockhold, em entrevista ao site norte-americano “Bleacher Report”. “Não é nada que eu já não estivesse esperando dele. Eu sabia que ele vinha trapaceando o tempo todo. A questão é apenas de se saber o quanto ele trapaceou. Isso tudo é uma loucura. Não sei a razão exata pela qual ele faz isso. Dinheiro? Não sei porque ele sempre se safa, mas o fato é que ele sempre se safa. Não tenho muito mais o que dizer”, completou.

Mas Rockhold disse mais. O próximo desafiante ao cinturão dos médios também fez acusações sobre a forma física de Vitor, e levantou suspeitas sobre como o brasileiro transitava entre as divisões de 84 e 93 kg. “Me lembro bem de quando ele foi lutar contra Jon Jones, o quão grande ele estava. Parecia anormal às vezes. Ele conseguia ir de 84 kg para 93 kg e ficar tão grande quanto qualquer um da divisão. Ninguém consegue fazer isso e ficar musculoso a ponto de ser o maior médio de todos e, depois, se transformar no maior meio-pesado de todos”, disparou.

Tanto Vitor quanto Rockhold entram no octógono até o fim do ano, mas com objetivos bem diferentes. Enquanto o brasileiro tenta se recuperar da derrota na disputa do cinturão dos médios enfrentando Dan Henderson em novembro, o norte-americano desafia Chris Weidman pelo título da divisão até 84 kg.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments