Holm discorda de Sonnen e diz que Ronda não foi criada pela mídia

Nova campeã disse que a rival lidou bem com a pressão de ser famosa e contou quais foram seus pensamentos durante a luta principal do UFC 193

Holm (foto) bateu Ronda e conquistou o cinturão peso galo. Foto: Josh Hedges/UFC

Holm (foto) bateu Ronda e conquistou o cinturão peso galo. Foto: Josh Hedges/UFC

Logo após a derrota de Ronda Rousey para Holly Holm no UFC 193, o polêmico ex-lutador Chael Sonnen não poupou críticas à ex-campeã e disse que ela havia sido “criada pela mídia”. As palavras de Sonnen não foram bem recebidas por Holm, que já havia defendido Ronda anteriormente, e disse que a rival teve sim seus méritos por todas as conquistas alcançadas durante seu reinado no Ultimate.

Veja Também

Técnico garante: ‘Holm aceitaria lutar contra Cyborg num piscar de olhos’
Holm revela gafe ao conhecer Jay-Z e Beyoncé
Vídeo: Assista à primeira edição do GIRO SUPER LUTAS
McGregor aconselha Ronda: ‘A derrota é o ingrediente secreto do sucesso’

“Eu acho que ela realmente passou por cima daquelas meninas. Ela realmente passou por cima dessas garotas da categoria, mas, sim, todo mundo é vencível, eu sabia disso. Eu não sou tão corajosa como o Sonnen de vir a público e falar isso. Certamente houve muita mídia em torno dela, mas ela foi capaz de dar conta dessas garotas. Então, eu odeio dizer que ela é só mídia, só propaganda. Não é assim que as coisas são”, disse Holm, em entrevista à “ESPN Radio”. “Ela foi capaz de lidar muito bem com essa pressão sobre seus ombros e conseguiu se apresentar bem. Eu não quero desmerecê-la ou seu desempenho, mas eu sou uma daquelas pessoas que acredita que é possível vencer todo e qualquer lutador, então eu procurei não dar ouvidos à toda essa publicidade. Essa é a razão pela qual eu consegui entrar lá e fazer o que tinha que fazer”, completou.

Além disso, Holm também contou como se sentiu durante a luta e garantiu ter lutado contra qualquer traço de excesso de confiança que pudesse ter lhe ocorrido. “Depois que eu acertei alguns diretos de esquerda que entraram de forma sólida, eu pensei ‘Quer saber de uma coisa? Sim, eu posso fazer isso’. Eu nunca senti como se a luta estivesse ganha, tudo pode acontecer em uma luta. Até que o knockdown acontecer, e o chute, eu sabia que podia vencê-la,  mas jamais podia deixar me levar pela ideia do ‘já ganhei’. Tudo pode acontecer ali dentro, especialmente com alguém como a Ronda que pode pegar uma chave de braço em dois segundos ou acertar um soco e te derrubar. Há muito com o que ficar atento, mesmo se você for dominante. Tudo pode acontecer em uma luta”, assegurou.

Com o triunfo sobre Ronda, Holm ampliou seu cartel para dez vitórias em dez lutas como profissional. De quebra, a ex-pugilista ainda ainda tirou a invencibilidade de Rousey.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments