‘Ficaria feliz em recepcionar McGregor’, diz Dos Anjos

Campeão dos leves não vê problemas em fazer sua próxima defesa de título em combate contra atual detentor do cinturão dos penas

Dos Anjos aceita enfrentar McGregor a seguir. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Dos Anjos aceita enfrentar McGregor a seguir. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Pouco depois de nocautear José Aldo e conquistar o cinturão definitivo da divisão dos penas do UFC, Conor McGregor afirmou que seu plano a seguir seria em subir de categoria e enfrentar o campeão dos leves. Rafael dos Anjos, que defendeu com sucesso o título da divisão até 70 kg, não se opôs à ideia e se mostrou aberto em recepcionar o irlandês no novo peso.

Veja Também

Dos Anjos atropela Cerrone em um minuto e mantém cinturão dos leves no UFC Orlando
Vídeo: Assista ao nocaute de Rafael dos Anjos sobre Donald Cerrone
Dos Anjos recebe bônus por vitória no UFC Orlando

“Conor disse que quer chegar à minha divisão – não é minha escolha, mas, se ele vier, ficaria feliz em lhe dar as boas vindas”, disse Dos Anjos, instantes após atropelar Donald Cerrone e defender o título na luta principal do UFC on FOX 17, em Orlando (EUA).

No combate, Dos Anjos surpreendeu ao despachar o duro Cerrone em pouco mais de um minuto. O brasileiro explicou que não estava necessariamente buscando uma vitória rápida, mas que o ocorrido foi fruto de uma oportunidade que surgiu.

“Sabia que teria 25 minutos para vencer a luta, mas, já no octógono, meus treinadores, Roberto Gordo e Rafael Cordeiro, me disseram para não perder nenhuma oportunidade. Se eu conectasse algo, era para eu ir para cima e tentar aproveitar. Acertei uma joelhada em seu corpo e foi suficiente para batê-lo”, relembrou o campeão.

Originalmente lutador de jiu-jitsu, Dos Anjos comemorou mais um nocaute no octógono e destacou sua evolução na luta em pé. “Comecei no UFC como lutador de jiu-jitsu, mas desde que me mudei para a Califórnia, há quatro anos, venho treinando forte com o mestre Rafael Cordeiro. Ele sabe como lidar com os lutadores e tem me ajudado bastante. É algo que eu gosto de treinar – boxe, muay thai, e gosto de melhorar o tempo inteiro. Esse é só o começo”, disse Dos Anjos, referindo-se ao treinador que também afia o jogo em pé de Fabrício Werdum, campeão dos pesados do UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments