ONE FC proíbe corte de peso após morte de lutador

A partir de 2016, organização asiática cria nova política de peso e convida UFC e Bellator a fazerem o mesmo

Bing (foto) tinha apenas 21 anos e seis lutas profissionais no MMA. Foto: Divulgação

Bing (foto) tinha apenas 21 anos e seis lutas profissionais no MMA. Foto: Divulgação

A organização asiática ONE FC agiu rápido e anunciou mudanças importantes após a morte do lutador Yang Jian Bing, que enfrentou problemas de desidratação antes de um combate no início do mês. A partir do início de 2016, o evento irá proibir que seus atletas “cortem peso”, passando também a monitorar de forma constante a situação dos lutadores.

Veja Também

Lutador de 21 anos morre durante corte de peso em evento de MMA na Ásia
Intenso corte de peso causa aumento de danos musculares a lutadores de MMA, revela estudo

No ano que vem, todos os atletas do ONE FC irão lutar na divisão que seja condizente ao peso que mantêm durante os treinamentos. Os lutadores deverão mandar regularmente suas informações via internet, sendo que, na semana dos combates, passarão por “pesagens aleatórias”. Tais checagens acontecerão até três horas antes das lutas, e, caso o atleta esteja fora da margem de peso de sua categoria, não será autorizado a lutar.

Diretor executivo do ONE FC, Victor Cui explicou as razões da mudança. “Acreditamos que, através da implementação deste novo programa de pesagem, nossos atletas vão gozar de uma vida mais saudável e segura dentro e fora do cage. Convido as outras duas maiores organizações globais do MMA, Bellator e UC, a seguirem nossos passos na proteção de seus atletas e eliminar o processo de perda de peso por desidratação”, afirmou.

O primeiro evento a ser realizado sob estas normas será o ONE FC 36, que acontecerá no dia 23 de janeiro em Changsa, na China. Nenhum combate foi anunciado para a atração.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments