Intenso corte de peso causa aumento de danos musculares a lutadores de MMA, revela estudo

Relatório publicado mostra que luta contra a balança pode causar vários outros problemas, como falta de energia

Apesar de atrativas para o público, as pesagens no MMA são alvo de grande polêmica. Foto: Divulgação/UFC

Apesar de atrativas para o público, as pesagens no MMA são alvo de grande polêmica. Foto: Divulgação/UFC

O processo de perda de peso pelo qual passam os atletas de MMA antes de suas lutas é um dos temas mais polêmicos e controversos do esporte. E um estudo publicado pelo Jornal Internacional da Nutrição Esportiva e Metabolismo do Exercício promete apimentar ainda mais as discussões sobre o assunto.

Veja Também

Comissão Atlética recomenda aposentadoria para lutador após incrível série negativa
1º de abril: Site inventa que Lyoto se machucou e leva Luke Rockhold à loucura
Georges St. Pierre revela: ‘Estou pensando em voltar’

De acordo com o relatório, os atletas que passam por um processo intenso de corte de peso em um curto período de tempo apresentam maior tendência a sofrerem danos musculares em longo prazo. O estudo avaliou as condições bioquímicas e hormonais de 17 lutadores de MMA com idades entre 22 e 32 anos, peso de 63 e 88 kg e com mais de três anos de experiência no esporte. Deste grupo, havia tanto atletas que se pesaram no dia do evento (com, consequentemente, um menor corte de peso) quanto lutadores que se pesaram na véspera.

Após a coleta de dados de antes de depois das lutas, constatou-se que havia mais danos nos lutadores que passaram por grande corte de peso – números que, em média, chegaram a 7 kg perdidos em um dia. “A prática da perda de peso em um curto período de tempo mostrou um impacto negativo na disponibilidade de energia, aumento de danos musculares e das reações catabólicas nos lutadores de MMA”, concluiu o estudo.

O processo de perda de peso já culminou em diversos contratempos no mundo do MMA. Em agosto do ano passado, Renan Barão deixou de disputar o cinturão dos galos do UFC após ter passado mal instantes antes da pesagem. Em 2013, houve um episódio ainda mais grave no Brasil: o lutador Leandro Feijão, de 26 anos de idade, morreu após sofrer um acidente vascular cerebral enquanto perdia peso para um combate.

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments