White: ‘Depois do UFC 200, McGregor defenderá o cinturão dos penas’

Presidente do UFC tentou convencer irlandês a defender o cinturão, mas afirmou que lutador está ‘obcecado’ com revanche com Diaz

Conor (foto) defenderá o cinturão dos penas só depois do UFC 200. Foto: Divulgação

Conor (foto) defenderá o cinturão dos penas só depois do UFC 200. Foto: Divulgação

O UFC 200, evento que será realizado no dia 9 de julho, contará com uma situação incomum. José Aldo e Frankie Edgar se enfrentam pelo cinturão interino do penas, sendo que o campeão linear da categoria, Conor McGregor, também estará presente no card, em combate realizado em outra divisão de peso.

Veja Também

José Aldo enfrenta Frankie Edgar por cinturão interino no UFC 200; McGregor faz revanche contra Diaz
‘Luta com Edgar é o primeiro passo para retomar o que foi perdido’, diz Aldo

McGregor irá enfrentar Nate Diaz na luta principal da noite, em revanche de luta que ocorreu no início do mês, vencida pelo norte-americano por finalização. Contudo, o presidente do UFC, Dana White, garantiu que esta será a última “aventura” de McGregor antes de defender o cinturão dos penas pela primeira vez. “Ganhando, perdendo ou empatando contra Nate Diaz, ele vai enfrentar a seguir ou José ou Frankie – quem vencer no UFC 200”, assegurou o dirigente, em entrevista à emissora norte-americana “ESPN”.

White afirmou que seu plano original seria em colocar McGregor para defender o cinturão já no UFC 200, mas que o desejo do irlandês era outro. “Ele estava obcecado em enfrentar Nate Diaz novamente. Eu e Lorenzo [Ferttita, sócio do UFC] tentamos convencê-lo a descer para os penas e defender o título. Ou, se a revanche com Diaz acontecesse, que fosse nos leves. E ele queria lutar nos meio-médios. Até seu treinador tentou fazê-lo esquecer dessa revanche, mas era o que ele queria”, explicou.

McGregor e Diaz fizeram a luta principal do UFC 196, no dia 5 de março. Depois de dominar o primeiro round, o irlandês caiu de rendimento no segundo assalto e foi finalizado com um mata-leão. Aquela foi sua única derrota no UFC até hoje.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments