Vencedor do TUF 24 disputará cinturão dos moscas

Programa, que será gravado a partir de junho, colocará seu vencedor diante do campeão da categoria até 57 kg

D. Johnson (foto) é o atual campeão dos moscas. Foto: Josh Hedges/UFC

D. Johnson (foto) é o atual campeão dos moscas. Foto: Josh Hedges/UFC

A 24ª edição do reality show The Ultimate Fighter nos Estados Unidos terá um formato diferente em relação ao habitual. O vencedor do programa na categoria dos moscas não só se consagrará como campeão da temporada, mas também terá a chance de disputar o cinturão da categoria no UFC.

Veja Também

Dupla brasileira é confirmada no UFC Chicago, em julho
Jones aparece com enorme favoritismo contra St. Preux nas apostas
Wanderlei Silva propõe luta com Kimbo Slice no Bellator

Ao todo, 16 lutadores da categoria até 57 kg estarão presentes no programa. Os lutadores serão escolhidos por meio de seletivas que terão início no fim do mês, em Las Vegas (EUA). A temporada começará a ser gravada em junho, com o primeiro episódio indo ao ar no fim de agosto e a decisão acontecendo em dezembro.

Apesar do formato diferente, não é a primeira vez que o TUF dá tal oportunidade aos seus lutadores. A quarta temporada do programa, em 2006, teve integralmente a participação de lutadores veteranos, que já haviam passado pelo UFC mas sendo demitidos em sequência. Os vencedores dos meio-médios e médios teriam a chance de lutar pelo título.

Na categoria até 77 kg, Matt Serra surpreendeu e nocauteou Georges St. Pierre ainda no primeiro round, se tornando campeão naquela que é considerada até hoje uma das maiores zebras da história do MMA. Entre os médios, Travis Lutter não bateu o peso e a luta com Anderson Silva não valeu o título. No duelo, o brasileiro venceu por finalização no segundo round.

O cinturão dos moscas do UFC atualmente pertence a Demetrious Johnson, considerado um dos maiores lutadores peso por peso da atualidade. No UFC 197, o campeão colocará o título em jogo diante do invicto Henry Cejudo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments