Empresário: Miesha recusou revanche com Holm no UFC 200

Agente da ex-campeã diz que foi a atual detentora pelo cinturão que optou por enfrentar Amanda Nunes no evento de 9 de julho

Tate roubou o cinturão de Holm no UFC 196. Foto: Josh Hedges/UFC

Tate roubou o cinturão de Holm no UFC 196. Foto: Josh Hedges/UFC

Muita gente ficou surpresa com o anúncio de que Miesha Tate fará sua primeira defesa de título no UFC diante da brasileira Amanda Nunes, no UFC 200, no dia 9 de julho. Mas, segundo o empresário da ex-campeã Holly Holm, os planos do Ultimate eram outros, sendo que a própria Miesha escolheu quem ela gostaria de enfrentar.

Veja Também

Brasileira Amanda Nunes luta pelo cinturão contra Miesha Tate no UFC 200
Dana White promete anúncio bombástico para o UFC 200
Empresário confirma que Holly Holm rejeitou luta contra Cyborg

De acordo com Lenny Fresquez, o UFC ofereceu a proposta para que Holm pudesse vingar a derrota por finalização que sofreu em março, no UFC 196. Contudo, Miesha recusou e escolheu a baiana para ser a adversária em sua primeira defesa de cinturão.

“Eles me disseram que foi escolha de Tate. Holly foi oferecida a ela, mas ela escolheu Nunes. Ela escolheu enfrentar uma oponente mais fraca. Ela não é tão direta quando Holly, que quer enfrentar sempre as melhores. Holly deu [a Miesha] uma chance, mas estamos decepcionados que o favor não foi retribuído”, disparou Fresquez, em entrevista ao jornal norte-americano “Albuquerque Journal”.

No UFC 196, em 5 de março, Holm fazia sua primeira defesa de título. A então campeã levava a melhor na pontuação até o quinto round, quando foi finalizada por Miesha. Aquela foi a primeira derrota para Holly, que vinha de espetacular nocaute diante de Ronda Rousey no fim de 2015.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments