Companheiro de treinos suspeita que McGregor não defenderá título

Gunnar Nelson, parceiro na academia SBG Ireland, diz que corte de peso do irlandês para os penas era ‘cruel’

McGregor e Nelson são parceiros de treinos na SBG Ireland. Foto: Reprodução

McGregor e Nelson são parceiros de treinos na SBG Ireland. Foto: Reprodução

Em meio a anúncio de aposentadoria e o desejo de revanche contra Nate Diaz, Conor McGregor ainda não sabe quando de fato voltará ao UFC. E o colega de treinos do irlandês Gunnar Nelson suspeita de que o lutador, assim que tiver luta marcada, dificilmente voltará à categoria dos penas para defender seu título.

Veja Também

Fora do UFC 200, McGregor aposta em fracasso de vendas do evento
Aldo detona McGregor por saída do UFC 200: ‘Fraco’
Edgar acredita que McGregor não voltará aos penas

McGregor conquistou o cinturão até 66 kg em dezembro do ano passado, mas, de lá para cá, chegou a ter duas lutas marcadas em outra categoria 11 kg acima. O irlandês perdeu para Nate Diaz em março, e faria a revanche em julho.

Em entrevista ao podcast “The MMA Hour”, Nelson afirmou que o corte de peso para McGregor é bastante complicado. “Acho que ele pode voltar e defender seu título, mas acho que ele não quer ter o corte de peso novamente. Era algo cruel, e concordo com ele. O entendo. Eu acho que ele deveria lutar nos leves antes de subir para os meio-médios, mas, no fim das contas, ele faz o que achar melhor”, analisou.

McGregor enfrentaria Diaz novamente no UFC 200, mas acabou cortado do evento por se recusar a deixar a Europa durante seus treinamentos e ir aos Estados Unidos para participar de uma entrevista coletiva. Nelson compreende os motivos do colega. “Acho que isso aconteceu porque ele queria focar em seu treino para a luta, e ele sentiu que ir até os Estados Unidos e fazer todo o trabalho de mídia o atrapalharia. Acho que foi por essa razão que ele quis dizer ‘chega’. Como ele diz, ele cansou de dançar como um macaco. Então, ele decidiu se aposentar. Acho que ele tentou voltar para fazer a luta [contra Diaz] novamente, mas ele vai voltar. Não sei exatamente, mas talvez no UFC 201 ou 202”, declarou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments