McGregor garante: ‘A ideia de Aldo x Edgar 2 no UFC 200 foi minha’

Segundo irlandês, casamento foi uma estratégia para aumentar seu interesse na "morta" divisão dos penas

McGregor (foto) encara N. Diaz no UFC 196. Foto: Josh Hedges/UFC

McGregor (foto) vem dederrota para N. Diaz no UFC 196. Foto: Josh Hedges/UFC

Conor McGregor é campeão no MMA, fanático por roupas de grife, colecionador de carros de luxo, quer tentar a sorte no boxe e agora, aparentemente, anda arriscando até de matchmaker (responsável pelo casamento das lutas nos eventos). Em entrevista, o irlandês revelou ter sido ele o dono da ideia da revanche entre José Aldo e Frankie Edgar valendo o cinturão interino dos penas no UFC 200.

Veja Também

McGregor admite que fez preparação ‘ridícula’ para luta contra Diaz
Parceiro de treinos revela: McGregor não tem nível para enfrentar Mayweather
Técnico de Pacquiao: ‘McGregor não venceria um único round contra Mayweather’

“A ideia (dessa luta) foi minha. Eu queria a minha revanche (contra Nate Diaz) nos meio-médios e eles começaram a chorar e reclamar por causa da disputa do cinturão dos penas, que eu conquistei há cinco meses. A categoria dos penas estava morta. José Aldo foi batido em 13 segundos. O que mais eu teria a fazer? Eu viajei o mundo todo com aquele cara e, quando finalmente ficamos frente a frente no octógono, ele durou somente 13 segundos. Não acho que haja mais um desafio para mim por lá. Por isso eu quis criar esse interesse tanto do ponto de vista dos fãs quanto do meu. Quero vê-los se enfrentando pelo cinturão interino. Depois dessa luta, eu verei alguém na minha divisão andando com um cinturão nas mãos. Isso irá me incomodar e me fará querer ser novamente o único dono do cinturão da categoria”, disse o irlandês à “ESPN” norte-americana, revelando a motivação de seu “plano”.

José Aldo e Frankie Edgar se enfrentam pelo cinturão interino dos penas na antepenúltima luta do histórico UFC 200. O evento, marcado para a novíssima “T-Mobile Arena”, em Las Vegas (EUA), ainda contará com outras duas disputas de título: Jon Jones x Daniel Cormier, nos meio-pesados, e Amanda Nunes x Miesha Tate, no peso galo feminino.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments