Parceiro de treinos revela: McGregor não tem nível para enfrentar Mayweather

Van Heerden, que foi sparring do irlandês, elogiou as habilidades do campeão do UFC, mas destacou que Mayweather está em outro nível

McGregor (foto) vem sendo especulado em luta contra Mayweather. Foto: Josh Hedges/UFC

McGregor (foto) vem sendo especulado em luta contra Mayweather. Foto: Josh Hedges/UFC

Nas últimas semanas, muito tem se falado a respeito de uma superluta de boxe entre o campeão dos penas do UFC, Conor McGregor, e o pugilista invicto Floyd Mayweather. Apesar do interesse do público que o duelo poderia casar, a luta em si não teria nem graça, já que o irlandês não possui o nível necessário para fazer frente a “Money”.

Veja Também

Técnico de Pacquiao: ‘McGregor não venceria um único round contra Mayweather’
‘Rumor de luta com Mayweather é para desviar foco da surra que dei em McGregor’, diz Diaz
Mayweather ‘anuncia’ luta contra McGregor nas redes sociais
McGregor treina boxe e apimenta rumores sobre luta com Mayweather

Quem garante é o pugilista profissional Chris van Heerden, que recentemente fez sparring de boxe com McGregor em uma academia nos Estados Unidos. O sul-africano revelou ter ficado positivamente surpreso com a habilidade apresentada pelo irlandês, mas lembrou que, com Mayweather, um dos melhores pugilistas de sua geração, o nível é outro.

“Conor consegue lutar boxe? Sim. Ele consegue. Fiquei chocado com o quão bem ele se portava no ringue. Imediatamente dava para ver que Conor tem bagagem no boxe e que sabe usar suas mãos. Sim, Conor consegue lutar. Eu honestamente diria que, se Conor McGregor se concentrasse em seu boxe, treinando por dois, três meses para polir essas habilidades, Conor pode surpreender muitos pugilistas por aí com o que ele consegue fazer. Mas Mayweather conseguiria acabar com a luta do jeito que quisesse”, analisou o pugilista, em entrevista ao podcast “Submission Radio”.

Van Heerden detalhou quais são as principais falhas apresentadas por McGregor, que são pontos que podem passar despercebidos por leigos. “Em algumas coisas importantes, como movimentação de pernas, equilíbrio dos pés, passadas cruzadas, como ele posiciona seus pés, sua defesa… Pequenas coisas que os pugilistas prestam atenção e que Conor não possui. Foi fácil capitalizar em alguns erros assim”, comentou.

Assista ao vídeo abaixo:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments