UFC 200: Cormier domina Anderson e vence na decisão dos juízes

Brasileiro chega incomodar com um chute no terceiro round, mas norte-americano impõe seu jogo de quedas

Cormier (foto) bateu Anderson no UFC 200. Foto: Josh Hedges/UFC

Cormier (foto) dominou Anderson no UFC 200. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Vídeo: Assista aos melhores momentos de Cormier x Anderson
Amanda Nunes atropela Miesha Tate e se torna primeira brasileira campeã do UFC
Vídeo: Assista à vitória de Amanda sobre Miesha
UFC 200: Aldo espanta fantasma, bate Edgar e conquista cinturão interino
Vídeo: Assista aos melhores momentos de Aldo x Edgar

Daniel Cormier não encontrou muitas dificuldades para dominar Anderson Silva e vencer no card principal do UFC 200, evento realizado neste sábado (9), em Las Vegas (EUA).

O campeão dos meio-pesados usou e abusou de seu jogo de quedas para conter o ímpeto do brasileiro e ditar o ritmo das ações nos 15 minutos de disputa. Porém, Anderson surpreendeu se for levado em conta que aceitou o combate com pouco mais de dois dias de antecedência.

Amplamente ovacionado pelo público, o brasileiro chegou a assustar Cormier quando a luta se manteve em pé. No terceiro assalto, “Spider” acertou um chute nas costelas do campeão dos meio-pesados, que aparentou sentir. No entanto, a vitória ficou nas mãos de Cormier sem grandes sustos na decisão dos juízes.

“Eu apenas queria vir aqui me testar e foi uma boa experiência. Espero que isso sirva de lição a todos os brasileiros: tudo é possível caso você tenha o bem no coração”, disse Anderson, logo após a luta, recebendo grande aprovação da plateia no ginásio.

A luta

Anderson Silva entrou na arena amplamente ovacionado pela torcida, que parecia reconhecer seu esforço em aceitar a luta com dois dias de antecedência. Com o início da luta, Cormier fintava na trocação, ao passo que Anderson circulava. O campeão dos meio-pesados aproveitou um bom momento para levar a luta ao solo. Cormier pesava sobre o brasileiro e buscava evoluir a posição enquanto dava golpes, enquanto que Anderson travava. Cormier fechou o primeiro round golpeando, sob vaias do público.

Anderson começou o segundo round chutando, aos poucos soltando seu jogo. Cormier, então, encurtou a distância e cravou o brasileiro no solo, já caindo com a guarda passada. “DC” tentou montar, mas Anderson conseguiu ficar na meia guarda. Novamente Cormier buscava trabalhar o ground and pound e evoluir posições de forma tímida. Então, o árbitro levantou o combate, e Anderson novamente buscava atacar, para o delírio da torcida. O round acabou com ambos agarrados na grade.

O terceiro round começa com os dois aceitando a trocação: Cormier acertou boa direita, e Anderson soltou uma cotovelada no vazio. O norte-americano, então adotou o caminho seguro e levou a luta ao chão. Cormier golpeia pouco, novamente na meia guarda, enquanto que o público gritava para que o árbitro novamente erguesse a luta. Cormier, então, fica mais ativo nos golpes, mas a luta volta a ficar em pé. Os dois se entreolham sem muita ação, e o brasileiro aparentava maior cansaço. Mesmo assim, o brasileiro chega a atacar mais forte no fim e acerta um bom chute nas costelas, que incomodam o campeão. Cormier, então, agarra “Spider” até o soar do gongo.

No fim, todos os três juízes laterais deram vitória a Daniel Cormier, com triplo 30 a 26. O norte-americano emendou sua quarta vitória seguida no peso, enquanto que Anderson segue sem vencer no octógono desde outubro de 2013.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments