Amanda Nunes atropela Miesha Tate e se torna primeira brasileira campeã do UFC

Baiana precisou de poucos minutos para levar a melhor em pé e finalizar no solo para conquistar o cinturão

Amanda. Foto: Divulgação/UFC

Amanda superou Miesha e é a nova campeã do UFC. Foto: Divulgação/UFC

O Brasil conhece sua primeira campeã do UFC. Neste sábado (9), na luta principal do UFC 200, em Las Vegas (EUA), Amanda Nunes atropelou Miesha Tate para conquistar o cinturão peso galo feminino da principal organização de MMA do planeta.

Veja Também

Vídeo: Assista à vitória de Amanda sobre Miesha
UFC 200: Cormier domina Anderson e vence na decisão dos juízes
Vídeo: Assista aos melhores momentos de Cormier x Anderson
UFC 200: Aldo espanta fantasma, bate Edgar e conquista cinturão interino
Vídeo: Assista aos melhores momentos de Aldo x Edgar

O duelo no octógono foi rápido. Em sua primeira defesa de cinturão, Miesha parecia cautelosa, ciente das armas de sua oponente. A norte-americana esperava pelo momento correto para levar a luta ao solo, o que tentou fazer em meados do round – sem sucesso.

Como a luta se manteve em pé, Amanda aos poucos impôs seu jogo. A baiana acertou bons socos no rosto de Miesha, o que provocou um sangramento abundante no nariz da campeã. A “Leoa”, como é conhecida, partiu para cima de olho na vitória, o que fez com que Miesha fosse ao solo. No chão, a brasileira foi rápida: pegou as costas, encaixou o mata-leão e não deu alternativas a Miesha a não ser dar os “três tapinhas” em desistência.

Assim, a categoria galo feminina, outrora dominada por Ronda Rousey, conhece sua quarta campeã em pouco mais de um semestre. Em novembro de 2015, Holly Holm nocauteou Ronda para ficar com o título, mas perdeu justamente para Miesha em sua primeira defesa, em março. Tate, então, é mais uma campeã da categoria a perder o cinturão em sua primeira defesa.

Lesnar supera Hunt em retorno ao MMA

Lesnar (foto) foi campeão do UFC entre 2008 e 2010. Foto: Divulgação/UFC

Lesnar (foto) foi campeão do UFC entre 2008 e 2010. Foto: Divulgação/UFC

O gigante está de volta! Em sua primeira luta no MMA desde dezembro de 2011, Brock Lesnar derrotou Mark Hunt e mostrou que tem totais condições de figurar entre os principais lutadores da divisão dos pesados do UFC.

Lesnar mostrou mais senso de estratégia do que fizera em várias das lutas de sua primeira passagem pelo octógono. Ciente do grande poder de nocaute de Hunt, o norte-americano esperava pela hora certa para dar o bote e levar a luta ao solo.

Com dois minutos de luta, Lesnar partiu com tudo nas pernas de Hunt, que, apesar de certa resistência, foi “cravado” no tablado. O ex-campeão trabalhava com golpes, mas o round acabou antes de que ele conseguisse maiores danos.

Lesnar chegou ao segundo round aparentando maior cansaço, o que o impediu de aplicar suas quedas. Porém, no assalto final, Lesnar sobreviveu a uma blitz de Hunt para derrubar, o que o deixou em posição de grande domínio até o fim dos 15 minutos de ação.

Sem grandes sustos, Lensar obteve sua primeira vitória no octógono desde julho de 2010. Já Hunt sofre mais uma derrota após dois nocautes consecutivos.

Resultados do UFC 200:

CARD PRINCIPAL

Amanda Nunes finalizou Miesha Tate (mata-leão) aos 3min16s do F1

Brock Lesnar derrotou Mark Hunt na decisão unânime dos juízes

Daniel Cormier derrotou Anderson Silva na decisão unânime dos juízes

José Aldo derrotou Frankie Edgar na decisão unânime dos juízes

Cain Velasquez derrotou Travis Browne por nocaute técnico (socos) aos 4min57s do R1

CARD PRELIMINAR

Julianna Peña derrotou Cat Zingano na decisão unânime dos juízes

Kelvin Gastelum derrotou Johny Hendricks na decisão unânime dos juízes

TJ Dillashaw derrotou Raphael Assunção na decisão unânime dos juízes

Sage Northcutt derrotou Enrique Marin na decisão unânime dos juízes

Joe Lauzon derrotou Diego Sanchez por nocaute técnico (socos) a 1min26s do R1

Gegard Mousasi derrotou Thiago Marreta por nocaute técnico (socos) aos 4min32s do R1

Jim Miller derrotou Takaroni Gomi por nocaute técnico (socos) aos 2min18s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments