Demian Maia mostra confiança por luta pelo cinturão: “Tem que ser eu”

Brasileiro, que vem de seis vitórias consecutivas, aguarda duelo entre Woodley e Thompson para definir seu futuro

D. Maia quer disputar o cinturão dos meio-médios em 2017. (Foto: Getty Images)

D. Maia quer disputar o cinturão dos meio-médios em 2017. (Foto: Getty Images)

De olho no cinturão da categoria dos meio-médios, Demian Maia vai ter um motivo especial para acompanhar o UFC 205, evento que será realizado no próximo sábado (12), em Nova York. O brasileiro, que estará presente no ginásio Madison Square Garden, acompanhará de perto a luta entre o campeão Tyron Woodley e Stephen Thompson, válido pelo título dos meio-médios, e espera receber a chance de enfrentar o vencedor do duelo.

Veja Também

Demian Maia destaca nova mentalidade e aguarda chance pelo cinturão
Cerrone quer enfrentar Demian Maia no UFC 207, em Las Vegas

“Estou muito confiante que ganharei o próximo title-shot. Tem que ser eu. Nós temos que manter na cabeça que isso é um esporte para continuar crescendo. O equilíbrio entre espetáculo, entretenimento e esporte é muito importante. E, atualmente, eu não vejo ninguém na divisão dos meio-médios merecendo a próxima disputa de cinturão mais do que eu”, afirmou Demian, em entrevista ao site ‘Bloody Elbow’ (EUA).

Em sua defesa, Demian, que vem numa sequência de seis triunfos consecutivos, citou o histórico de vitórias que elegeram os últimos desafiantes da categoria.

“Se você analisar as últimas disputas de cinturão nos meio-médios, salvo engano, o Woodley conseguiu o title-shot depois de duas vitórias seguidas. Condit ganhou depois de uma, Lawler com três triunfos consecutivos e depois com apenas dois. Nick Diaz lutou pelo título após uma derrota. Rory com três vitórias… As únicas exceções foram o Hendricks, que lutou após seis resultados positivos seguidos, e o Wonderboy agora, que ganhou a merecida disputa de cinturão depois de sete triunfos seguidos”, declarou Maia.

Aos 39 anos de idade, Demian Maia é o brasileiro com o maior número de triunfos da história do UFC, com 18 vitórias. Ao todo, o especialista em jiu-jitsu possui um cartel profissional com 24 resultados positivos e seis negativos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments