José Aldo anuncia que enfrenta Max Holloway no UFC 208, em fevereiro

Brasileiro afirmou que data de seu retorno já estava anunciado antes mesmo do UFC 206, que corou Holloway como campeão interino dos penas

J. Aldo é o campeão linear da categoria dos penas. (Foto: Getty Images)

J. Aldo é o campeão linear da categoria dos penas. (Foto: Getty Images)

José Aldo já tem data, local e adversário definidos para sua próxima luta. De acordo com o campeão linear dos penas, ele enfrentará Max Holloway no UFC 208, dia 11 de fevereiro, no Brooklyn (EUA). A informação foi confirmada pelo manauara nesta segunda-feira, durante o lançamento da minissérie “Aldo – Mais Forte Que O Mundo”, adaptação do filme que estreou em junho deste ano.

Veja Também

UFC 206: Holloway conquista cinturão interino e desafia Aldo: “Vamos lutar no Brooklyn”
Técnico de Aldo: ‘Revanche com Conor pode ser no boxe’
José Aldo dispara contra Conor e critica UFC: ‘Bagunça’

“Meus treinadores assistiram à luta e estão estudando (o Holloway). Quero falar que o menino estava falando de eu aceitar, mas tem que falar com o UFC. Desde o início eu falei que lutaria com ele (Holloway), porque era um cara que eu vi na época que tinha chance de lutar comigo, até porque o Conor não ia voltar para a categoria. Não sei de onde ele falou que o Aldo não luta, se sempre achei que lutaria com ele. Até falei para o Dana na reunião. Em fevereiro já sabia, estava entre o Holloway e o Pettis, todos sabiam. Não é uma coisa nova. Essa luta já era pra ter acontecido e vai acontecer em 11 de fevereiro. Já estava fechado bem antes, a gente só não podia anunciar, uma coisa normal no UFC. Antes de acontecer essa luta, os dois (Pettis e Holloway) sabiam que o vencedor ia lutar comigo no Brooklyn. Estava tudo certo”, declarou Aldo.

Holloway conquistou o cinturão interino da categoria dos penas ao nocautear Anthony Pettis na luta principal do UFC 206, que aconteceu no último sábado (10), em Toronto, no Canadá. Após a vitória, Max garantiu que não tinha certeza de quando enfrentaria o brasileiro, pois, de acordo com ele, alguns “compromissos pessoais” poderiam atrasar a realização do duelo. Aldo, no entanto, tratou de desmentir o “Abençoado”, e garantiu que o a data já estava acertada.

“A data está certa. Vou lutar neste dia com ele ou com outro. Isso está certo. Se ele vai aparecer ou não é problema dele. Todo mundo tem filho e família. Quem quer ser campeão não tem essa. Já lutei no evento do Super Bowl, perto de Natal e Ano Novo, então é fácil analisar quem não vai aparecer. A data já está certa. O UFC sabia, o Dana sabia, todo mundo… Só não anunciamos porque não tinha acontecido a luta ainda”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments