St. Pierre não se preocupa com tamanho de Bisping: ‘Fará mais barulho ao cair’

Canadense garante que essa é a única vantagem que o campeão dos médios terá sobre ele quando os dois se enfrentarem

GSP (dir) encara M. Bisping (esq) (FOTO: Josh Hedges/UFC)

GSP (dir) encara M. Bisping (esq) (FOTO: Josh Hedges/UFC)

Apesar de estar fazendo sua estreia entre os médios em sua próxima luta, o ex-campeão dos meio-médios Georges St. Pierre não parece preocupado com a diferença de tamanho entre ele e seu oponente, o campeão até 84 kg., Michael Bisping. Sem lutar há mais de três anos, GSP garante que a força física será a única vantagem que o inglês terá sobre ele quando os dois se enfrentarem.

Veja Também

Após nocautear Jacaré, Whittaker traça objetivo: ‘Quero o cinturão’
Conor McGregor arrasa quarto de hotel durante festa em Liverpool
Marlon Moraes fala em ‘sonho realizado’ após acerto com o UFC

“É claro que Michael Bisping estará maior que eu, mas acho que essa será a única vantagem que ele terá. Tecnicamente, taticamente e atleticamente sou superior a ele. Não interessa se ele é mais alto ou maior que eu. A única diferença que isso fará será quando ele cair no chão, porque aí o barulho será maior”, comentou GSP ao site RT Sports.

Sem data para acontecer, o duelo entre Bisping e GSP quase foi cancelado recentemente, quando o inglês se irritou com a demora em oficializar uma data para luta e disse que se o canadense não lhe respondesse logo, iria dar a chance de título a Yoel Romero. St. Pierre fez pouco da ameaça, apostando que tudo não passa de um blefe do atual campeão.

“Acho que ele está mentindo. Sei que ele quer me enfrentar, quero lutar com ele e ambos sabemos que essa luta lhe renderá mais dinheiro. A decisão cabe a ele, mas se ele quiser, eu estou pronto para fazer isso (a luta). É para quem estou me preparando. Se as coisas mudarem, terei que me ajustar e me adaptar rapidamente, mas isso não é problema. Eu consigo fazer isso. Mas ele é o cara, é o dono do cinturão. Para mim, ele é o rival mais valioso e eu sempre foco no maior alvo”, garantiu o canadense.

GSP causou comoção no mundo do MMA no início do ano, ao anunciar oficialmente que seu retorno às competições seria na categoria de cima e, de cara, em uma luta pelo cinturão peso médio do UFC. Campeão meio-médio entre 2008 e 2013, o canadense deixou seu cinturão vago após a nona defesa, quando superou Johny Hendricks no UFC 167, em polêmica decisão dos juízes. O então campeão disse, na ocasião, que estaria dando uma pausa do esporte, mas só voltou quase quatro anos depois.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments