DEBATE

Fedor Emelianenko é o melhor peso pesado de todos os tempos?

Sem luta com Garbrandt, Dillashaw mira duelo com Johnson pelo cinturão dos moscas

Ex-campeão dos galos admitiu que tem interesse de descer de categoria para enfrentar Demetrious Johnson

Dillashaw quer descer de categoria para lutar pelo cinturão. (Foto: Facebook/UFC)

Dillashaw quer descer de categoria para lutar pelo cinturão. (Foto: Facebook/UFC)

Ex-campeão peso galo do UFC, TJ Dillashaw teria a chance de voltar ao topo da categoria no UFC 213, quando enfrentaria o atual detentor do cinturão Cody Garbrandt. Contudo, o rival se lesionou e foi obrigado a deixar o combate, adiando, assim, a possibilidade de TJ lutar pelo título. Contudo, Dillashaw já definiu qual é seu próximo objetivo: descer para o peso mosca e desafiar o campeão Demetrious Johnson.

Veja Também

“Me disseram que se Cody não tiver condições de luta, o que tenho 99% de certeza que não tem, eu vou lutar com (Johnson) em agosto. Mandei uma mensagem para o Dana há três dias para perguntar qual é o acordo. Ele disse que Cody teria mais um dia de medicação (na Alemanha) e depois saberíamos o que vai acontecer. (…) Dana estava muito animado com isso. Não sei se (Johnson) quer rejeitar a luta ou não. Não sei como isso funciona. Nunca rejeitei uma luta no UFC. Não sei se somos autorizados para fazer isso, mas Dana estava muito animado”, declarou TJ, em entrevista ao site da “ESPN” americana

Ex-campeão peso galo, Dillashaw, 31 anos, conquistou o cinturão ao nocautear Renan Barão no UFC 173, em maio de 2014. Ele defendeu seu título em duas ocasiões, contra Joe Soto e novamente Barão, mas foi destronado por Dominick Cruz, em janeiro de 2016. Na sequência, emplacou duas vitórias ao superar os brasileiros Raphael Assunção e John Lineker.

Demetrious Johnson, de 30 anos, é o primeiro e único campeão peso mosca do UFC. Ele conquistou o título ao derrotar Joseph Benavidez no UFC 152, em setembro de 2012. De lá para cá, derrotou todos os dez adversários que enfrentou. Ao todo, DJ soma 26 vitórias, duas derrotas e um empate em seu cartel profissional.

Podcast #034: A volta de Borrachinha ao UFC e a possível aposentadoria de Fedor

Comentários

Deixe um comentário