Roy Nelson explica ida para o Bellator: ‘Qualidade de vida’

Campeão da décima temporada do The Ultimate Fighter deixou o UFC após 18 lutas na antiga casa

R. Nelson falou sobre saída do UFC (Foto: Reprodução/Facebook R. Nelson)

R. Nelson falou sobre saída do UFC (Foto: Reprodução/Facebook R. Nelson)

Após 18 lutas no UFC, com nove vitórias e nove derrotas, Roy Nelson anunciou oficialmente, no início da semana, sua ida para o Bellator, maior rival do seu antigo empregador. Como justificativa para deixar o Ultimate, o peso pesado garantiu que, na nova casa, terá mais qualidade de vida.

Veja Também

Campeão do Bellator provoca MacDonald: ‘Já quer lugar na janela?’
Perto do título, Manuwa enfrenta Oezdemir no UFC 214
Holloway descarta novas provocações a Aldo: ‘É hora de lutar’

No Bellator, Nelson voltará a poder usar patrocinadores independentes, o que tinha sido vetado pelo UFC por conta do acordo com a Reebok. O norte-americano admitiu que o fator financeiro também pesou em sua decisão, garantindo que fez a mudança por achar que seria o melhor para sua família.

“Acho que foi mais para que eu entendesse o que é melhor para a minha família. Eu vim e falei com a minha mulher e nós meio que fomos lá e decidimos o que precisávamos fazer pela qualidade de vida. São coisas que melhorarão a nossa qualidade de vida a partir do estresse que eu passei (…) Acho que é uma dessas coisas que é o melhor para a minha família, não o que é melhor para todos os outros”, declarou Nelson, ao programa norte-americano “The MMA Hour”.

Apesar de ser desafeto de Dana White, “Big Country” se recusou a criticar seu ex-chefe, mas admitiu que trabalhar para Scott Coker, ex-presidente do Strikeforce e agora à frente do Bellator, realmente pesou na hora de assinar com a nova companhia.

“O lance de trabalhar com Scott Coker é que eu nunca ouvi alguém falar coisas ruins sobre o Scott Coker. E isso significa muito, especialmente no nosso esporte”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments