Marquardt discorda de derrota para Belfort e pede revanche

Norte-americano garante que venceu os dois primeiros assaltos e quer nova chance, mas nos Estados Unidos

Belfort (dir) venceu Marquardt (esq) por pontos (Foto: Facebook /UFC)

Belfort (dir) venceu Marquardt (esq) por pontos (Foto: Facebook /UFC)

O peso médio Nate Marquardt ficou irritado após sua derrota para Vitor Belfort no UFC 212 do último sábado (3). O norte-americano não concordou com a decisão dos juízes laterais, que deram a vitória de forma unânime para o brasileiro e diz que venceu os dois primeiros assaltos. Segundo “The Great”, a grande prova disso é que o próprio Belfort começou o último round partindo para cima, para decidir, como se tivesse perdido os rounds anteriores.

Veja Também

Vídeo: Após derrota, Aldo aparece chorando nos bastidores do UFC 212
Kowalkiewicz pede desculpas após derrota e elogia Gadelha
Manuwa garante que será o próximo desafiante nos meio-pesados

Por isso, Marquardt diz que o mais justo seria dar a ele uma nova oportunidade de vencer Belfort. Em entrevista ao site “MMA Fighting”, o norte-americano pediu oficialmente pela revanche ao brasileiro, e garantiu que lutaria até na próxima semana, apesar de saber que o “Fenômeno” relutará em aceitar um novo duelo com ele.

“Fiquei muito surpreso. Eu acho que ganhei claramente os rounds 1 e 2. Assisti novamente a luta e até acho que ganhei o terceiro round – tanto que ele começou a avançar porque achou que tinha perdido os primeiros rounds. Acertei mais socos e chutes no terceiro. Então, sim, fiquei chocado com o resultado. Se eu fosse ele, não estaria feliz com o resultado. Eu estava dominando a luta e, em nenhum ponto, ele ficou próximo de me nocautear. Balancei ele em várias ocasiões e gostaria de fazer essa luta novamente para acertar as contas”, comentou Marquardt, pedindo que a revanche fosse nos Estados Unidos.

“Eu faria agora mesmo, tipo, amanhã. Mas acho que ele relutaria. Depois da luta, olhando no olhos dele, você podia perceber que ele sabia que perdeu a luta, então, ficaria surpreso se ele aceitasse de novo. Eu ganhei claramente e todo mundo que viu a luta pensou que ganhei também… Acho que seria justo uma revanche nos EUA”, pediu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments