Chiesa critica Yamasaki e sugere que árbitro se aposente

Norte-americano foi prejudicado na luta principal do UFC Oklahoma por atuação do brasileiro Mario Yamasaki

M. Chiesa após revés em Oklahoma (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

M. Chiesa após revés em Oklahoma (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

O norte-americano Michael Chiesa foi prejudicado pela interrupção prematura do árbitro Mario Yamasaki e acabou derrotado por Kevin Lee na luta principal do UFC Oklahoma do último domingo. Após o duelo, o peso leve não perdoou o brasileiro e criticou duramente sua atuação, assim como já havia feito Dana White, presidente do Ultimate. “Maverick” afirmou ainda que Yamasaki deveria se esconder e ‘nunca mais arbitrar um combate de MMA’.

Veja Também

Com ‘ajuda’ de árbitro brasileiro, Kevin Lee finaliza Michael Chiesa no UFC Oklahoma
Vídeo: Assista à polêmica finalização de Kevin Lee sobre Michael Chiesa
Dana White detona árbitro brasileiro após polêmica no UFC Oklahoma

“Mário Yamasaki deveria se esconder, colocar a cabeça em um buraco e nunca mais arbitrar qualquer tipo de evento profissional de MMA. Ele não deveria arbitrar nunca mais. Deveria passar mais tempo estudando as regras do que fazer seu coraçãozinho estúpido para as câmeras”, comentou Chiesa em entrevista ao canal norte-americano “Fox Sports”, garantindo que não estava perto de apagar, como sugeriram alguns fãs e especialistas.

“Lembro de procurar as mãos do Kevin, olhando para a tela e vendo que tinha alguns segundos restantes. Levei minhas mãos para cima, eu poderia escapar. Mas vi o Mário entrar e, em seguida, interromper a luta. Quero dizer, ele já tem uma reputação ruim. Não estou desapontado comigo mesmo, ele me roubou uma oportunidade, roubou os fãs de verem uma grande luta, roubou até o Kevin, que teve uma vitória rodeada de controvérsia”, lamentou.

Kevin Lee estava com um mata-leão encaixado em Chiesa no fim do primeiro round, mas “Maverick” não bateu e tentou defender a posição. Porém, ao deixar de pressionar o cotovelo de Lee, Chiesa balançou o próprio braço, e Yamasaki interpretou esse movimento como um sinal de que ele havia apagado e interrompeu o combate. Porém, Chiesa levantou imediatamente reclamando da parada prematura, mostrando que não estava inconsciente.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments