Presidente do UFC descarta retorno de Ronda: ‘Ela vai casar e ter filhos’

Dana White, presidente do UFC, revelou que Ronda tem outros planos para sua vida, que não incluem um retorno ao MMA

Ronda não deve mais lutar MMA (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Ronda não deve mais lutar MMA (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

O futuro de Ronda Rousey deve, de fato, ser longe dos octógonos. Dana White, presidente do UFC, se mostrou bastante pessimista em relação ao retorno da ex-campeã peso galo feminino. De acordo com o dirigente, Ronda, que não luta desde dezembro de 2016, quando foi nocauteada por Amanda Nunes, tem outros planos para os próximos anos, como, por exemplo, ter filhos e casar com Travis Browne, lutador peso pesado do Ultimate.

Veja Também

Fotos de Ronda Rousey nua vazam na internet
Ronda Rousey revela que teve casa assaltada por skatistas

“Ela não saiu assim de cena porque tinha que sair. É disso que a Ronda é feita. Ela é super competitiva e não gosta de perder. Eu sei que ela tem sido criticada (por ter sumido), mas ela é assim. E é pela Ronda ser assim que todo mundo passou a apoiá-la. Foi isso que fez as divisões femininas explodirem. Agora, acredito que ela vá seguir em frente para o próximo capítulo de sua vida, vai casar, ter filhos, essas coisas. Não é triste, está sendo da forma que ela queria”, declarou Dana, em entrevista à ESPN (EUA).

Ronda Rousey foi uma das pioneiras do MMA feminino, tendo sido fundamental na entrada das mulheres no UFC. Antes dela, Dana White, presidente da organização, havia comentado que o Ultimate nunca permitiria lutas entre mulheres no octógono. Com a chegada da medalhista de bronze olímpica ao esporte, o dirigente mudou de ideia e resolveu incluir a divisão dos galos. Ronda ganhou suas 12 primeiras lutas, finalizando ou nocauteando todas as adversárias. No fim de 2015, perdeu seu cinturão do UFC para Holly Holm e, um ano depois, foi nocauteada em apenas 48 segundos por Amanda Nunes. Desde então, a loira não se pronunciou mais sobre sua carreira no mundo das lutas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments