Antes do UFC México, Sergio Pettis dispara: ‘Serei campeão’

Norte-americano enfrenta Brandon Moreno neste sábado (5), mas já está de olho no campeão peso mosca Demetrious Johnson

S. Pettis (esq) pega B. Moreno (dir) (Foto: Reprodução Instagram sergiopettis)

S. Pettis (esq) pega B. Moreno (dir) (Foto: Reprodução Instagram sergiopettis)

Conhecido por ser irmão mais novo de Anthony Pettis, ex-campeão peso leve do Ultimate Sergio Pettis terá, neste sábado (5), a oportunidade de sair da sombra familiar ao ser o principal astro do UFC México. O peso mosca enfrenta, na luta principal do evento, a revelação local Brandon Moreno. Porém, Pettis já está de olho em uma luta contra Demetrious Johnson, campeão até 57 kg. do UFC.

Saiba mais

Sem lesão no olho, Donald Cerrone pede luta no UFC 216, em outubro
Cat Zingano desafia Cyborg: ‘Sei que posso vencê-la’
Woodley revela ter feito as pazes com Dana White: ‘Nos acertamos’

Atual número seis do ranking da divisão, Sergio Pettis acredita que, em breve, Johnson será destronado e se vê capaz de fazer isso. Enquanto isso, porém, terá que enfrentar Moreno, sétimo colocado.

“Toda luta que eu participo sinto que pode ser a semifinal para chegar a uma disputa de título. E é assim que encaro Moreno. O meu nome é um dos maiores da divisão dos moscas. Até Demetrious Johnson disse que queria me enfrentar ao invés de Ray Borg. Acho que alguém vai chegar lá e vencê-lo, é questão de tempo. Veja José Aldo. Com o tempo, alguém chegou e conseguiu vencê-lo. O mesmo aconteceu com Anderson Silva e eu vou destronar Johnson”, disparou Pettis, em entrevista ao site norte-americano “FloCombat”, negando rumores de que a categoria dos moscas será extinta.

“Eu fiquei com medo quando ouvi esses rumores. Estou a caminho de me tornar o novo campeão dessa divisão. Ela precisa de um novo rosto e eu estou pronto para ser esse cara (…) Somos uma divisão em crescimento e estamos ficando com lutas cada vez mais animadas. Olhem os lutadores que estão chegando, como eu e Brandon Moreno, que é um ótimo atleta (…) Não acho que eles irão fechar a divisão. Johnson, independente de sua próxima luta, é um lutador incrível. Um dos melhores de todos os tempos”, comentou Pettis.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário