Perto de retornar, Lyoto quer lutar no UFC São Paulo: 'Gosto de desafios' | SUPER LUTAS

Perto de retornar, Lyoto quer lutar no UFC São Paulo: ‘Gosto de desafios’

Lyoto Machida pretende retornar ao octógono em outubro deste ano, de preferência no card que acontecerá em São Paulo 

Lyoto não luta desde junho de 2015 (Foto: Reprodução/Facebook Lyoto Machida)

Lyoto não luta desde junho de 2015 (Foto: Reprodução/Facebook Lyoto Machida)

Sem lutar há mais de dois anos, Lyoto Machida já está se preparando para voltar à ativa. O retorno do ex-campeão dos meios-pesados do UFC, que atualmente atua entre os médios, deve ocorrer em outubro deste ano, mês em que chega ao fim a suspensão de 18 meses recebida por ter caído em um exame antidoping em abril de 2016. E se depender da vontade de Lyoto, o retorno ao octógono acontecerá dia 28 de outubro, no UFC São Paulo. No entanto, ele ressalta que não descarta lutar em outro card.

Veja Também

“Minha preferência é um pouco mais o Brasil, mas não descarto a possibilidade da Polônia. Onde surgir a melhor oportunidade vou aceitar – disse o lutador – Eu gostaria muito de lutar no Brasil, ia significar bastante apara mim. Mas se o UFC bater o pé, não vou poder esperar uma outra chance de lutar aqui, vou ter que lutar onde que que seja”, declarou, em entrevista ao site do Globoesporte.

Se o local da volta ao UFC já tem preferência, o adversário ainda é um mistério. Sem vencer desde dezembro de 2014, Lyoto preferiu não apontar um nome específico, porém afirmou que a intenção é enfrentar alguém que esteja no top 8 dos médios.

“Se eu escolhesse gostaria de lutar até com oitavo do ranking. Eu gosto do desafio. Quero desafio. Rendo muito mais. A minha mente vai preparada para dar o meu máximo. Isso tudo vai botar uma pressão maior para dar o meu máximo”, falou Machida, que completou dizendo que o anúncio do próximo oponente deve sair ainda em agosto.

“Tenho falado com os empresários e eles têm dito que a qualquer momento isso pode ser decidido. Assim que souber vou anunciar. Os fãs querem muito e eu também. Muito antes de duas semanas isso vai estar fechado ate porque o UFC se preocupa em dar um tempo para o atleta se preparar”, encerrou.

Aos 39 anos, Machida vem de duas derrotas consecutivas, para Luke Rockhold por finalização, e Yoel Romero, por nocaute. Ele chegou a disputar o cinturão da categoria dos médios em 2014, mas foi superado na decisão unânime por Chris Weidman. No UFC, são 14 vitórias – incluindo uma sobre Rashad Evans, em 2009, que lhe rendeu o título dos meio-pesados – e sete reveses. Ao todo, seu cartel profissional tem 22 resultados positivos e sete negativos.

A queda do ‘Império Pitbull’ no Bellator e a prévia para o UFC 265

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments