Lutador brasileiro é preso por roubar banco em Nova York

Sergio da Silva teria roubado US$ 50 mil de um agência do Citibank; Apesar de ser preso, lutador foi liberado pela Justiça e está em casa

Sergio foi preso por suspeita de assalto. Foto: Reprodução / Facebook / NYPD

Sergio foi preso por suspeita de assalto. Foto: Reprodução / Facebook / NYPD

O lutador brasileiro Sergio da Silva foi preso nos Estados Unidos por suspeita de assalto a mão armada em Nova York (EUA). ‘The Savage’, como é conhecido, teria entrado na agência do Citybank, localizada no distrito do Queens, e deixado o local com US$ 50 mil, cerca de R$ 158 mil na cotação atual.

Veja Também

Aldo nega provocação a McGregor e culpa equipe por ’emojis chorando’
Vídeo: Assista o nocaute de Volkov sobre Struve no UFC Roterdã

De acordo com o site norte-americano, TMZ, a polícia de Nova York agiu rápido e Sergio foi identificado pelas impressões digitais que deixou na agência. O lutador brasileiro foi preso em sua casa, que fica na mesma rua do banco.

Preso, mas solto

Apesar da prisão ter acontecido de forma rápida, o jornal ‘New York Daily News’ revelou que Sergio da Silva foi foi liberado pela Corte Criminal do Queens sem precisar pagar fiança e já está em casa.

Sem dar maiores detalhes, o lutador agradeceu a seu advogado e garantiu tudo será esclarecido.

“Graças ao meu advogado fenomenal, estou em casa e ele está trabalhando duro para limpar e esclarecer tudo isso”, escreveu Sergio, em seu Facebook.

Última luta

O último compromisso de Sergio Silva no MMA foi em 24 de junho, no Bellator 180, quando foi finalizado por estrangulamento por Matt Rizzo. Ele é profissional desde 2011 e possui cartel de seis vitórias e nove derrotas.

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments