St. Pierre diz que voltará a se aposentar caso perca para Bisping

Ex-dono do cinturão meio-médio, canadense está voltando à ativa para desafiar campeão do peso médio no UFC 217, em novembro

GSP (dir) enfrenta Bisping (esq) em novembro (Foto: Reprodução/Youtube UFC)

GSP (dir) enfrenta Bisping (esq) em novembro (Foto: Reprodução/Youtube UFC)

Georges St. Pierre está com o retorno marcado após quatro anos longe do MMA para o UFC 217, em novembro, quando enfrenta Michael Bisping pelo título peso médio em posse do inglês. Porém, se depender do “The Count”, o retorno de GSP pode ser curto. Isso porque o próprio canadense revelou que vai voltar a se aposentar caso perca seu combate para Bisping.

Veja Também

Bisping diz que Jones deveria ser banido do MMA: ‘Não tem espaço para drogas no esporte’
Após anulação de derrota para Jones, Cormier volta a ser campeão do UFC
Dos Anjos dispara no ranking dos meio-médios após UFC 215

Em entrevista ao jornal norte-americano “New York Post”, o ex-campeão meio-médio do UFC revelou que sua próxima derrota significará o fim definitivo de sua carreira, mesmo que vença Bisping e depois perca. Porém, ele adiciona que não pretende sair do UFC 217 sem o cinturão dos médios.

“Se eu perder, eu me aposento, acabou para mim. Estou uma luta de distância da aposentadoria. Eu não pretendo perder, mas se isso acontecer, acabou”, revelou GSP, dizendo que sua primeira aposentadoria também foi uma forma de lutar a favor de regras mais estritas no controle antidoping.

“Hoje em dia as regras são diferentes, antes eu estava lutando contra todo um sistema. Eu fui bastante criticado por minha postura contra as drogas, as pessoas faziam graça, ‘ele é um cara paranoico, está falando isso para arrumar uma forma de se aposentar’. Mas olha o que está acontecendo agora… Vários campeões do UFC estão sendo pegos pelo uso de substâncias de aumento de performance”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments