Após derrota, Claudia Gadelha avisa que ficará sem lutar por um tempo

Derrotada por Jéssica Bate-Estaca no UFC Japão, Claudinha parabenizou a rival e revelou que ficará sem lutar por um tempo

Gadelha evitou dar desculpas pela derrota (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Gadelha evitou dar desculpas pela derrota (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Claudia Gadelha evitou dar desculpas para a derrota acachapante diante de Jéssica Bate-Estaca no UFC Japão, realizado na última sexta-feira (22), em Saitama. Através das redes sociais, a lutadora brasileira parabenizou a rival e revelou que se afastará por um tempo do MMA, afirmando que precisa dar descanso ao corpo e ficar junto aos seus familiares.

Veja Também

Bate-Estaca domina e vence Gadelha no UFC Japão; Saint-Preux apaga Okami
VÍDEO: Assista a vitória de Jéssica Bate-Estaca sobre Claudinha Gadelha no UFC Japão
Andrade e Gadelha ganham bônus de luta da noite no UFC Japão

“Sem desculpas. Todo mérito cabe a minha adversária, Parabéns pelo desempenho. Meu coração me pede que eu me manifeste por eu ter sentido agora o quanto sou amada, o quanto sou abençoada e o quanto vivo a vida que pedi a Deus. Fico feliz demais em ver os amigos e fãs de verdade também na derrota, e isso não tem preço. Obrigada a todos por tudo! Quero passar aqui também pra comunicar que vou ficar em off um tempo, foram 3 lutas em 10 meses, 10 meses de muito aprendizado mas também muito cansativos. Eu preciso de tempo com os meus pais que estão lá em Natal me amando do mesmo jeito, assim como minha família toda. E vou nessa ser a Ana Claudia mais um pouco, respirar coisas leves e aproveitar os prazeres da vida um pouquinho. Com a certeza de que a Claudinha voltará mais forte. Obrigada aos que são meus! Beijos no coração de cada um”, escreveu a lutadora.

Antes da derrota, Claudinha vinha de duas vitórias consecutivas, ambas em lutas realizadas no Brasil. Número 1 no ranking, ela derrotou Cortney Casey no UFC São Paulo, em novembro de 2016, e finalizou Karolina Kowalkiewicz no UFC 212, no Rio de Janeiro, em junho passado. Aos 28 anos, seu cartel tem 15 triunfos e três reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments