Werdum quer chance pelo título se vencer Lewis ‘de forma dominante’

Werdum que bater Derrick Lewis neste sábado, no UFC 216, para voltar a disputar o cinturão dos pesos pesados

Werdum quer voltar a lutar pelo cinturão dos pesados (Foto:Reprodução/Combateplay)

Werdum quer voltar a lutar pelo cinturão dos pesados (Foto:Reprodução/Combateplay)

Ex-campeão dos pesos pesados, Fabrício Werdum não esconde que seu maior objetivo é retornar para o topo da categoria até 120kg. A polêmica derrota para Alistair Overeem, em julho deste ano, atrasou os planos do brasileiro, que espera retomar seu lugar na fila de desafiante após o UFC 216, neste sábado (07), quando enfrenta Derrick Lewis. Embora reconheça que a forte concorrência pela chance de disputar o título, o gaúcho acredita que pode conseguir uma luta pelo cinturão já na sequência, caso consiga uma vitória dominante em seu próximo desafio.

Veja Também

Eddie Alvarez e Justin Gaethje se enfrentam no UFC 218, em dezembro
Carlos Condit retorna contra Neil Magny no UFC 219, em dezembro

“Eu mereço (uma luta pelo título). O Miocic não luta há muito tempo. Não sei por quanto tempo, mas ele não luta há um bom tempo. Eu acho que qualquer um de nós três, entre eu, Overeem e Ngannou podemos disputar o título. Eu acho, talvez, que se Derrick Lewis me derrubar ele também pode obter um. Mas ele não merece isso neste momento. Eu acho que com uma boa luta, uma boa apresentação, um bom nocaute, os fãs dirão: ‘Werdum, você é o próximo’. Acredito que eu deveria receber uma luta pelo título”, declarou Fabrício, em entrevista ao site ‘MMAJunkie’.

Apesar de já estar planejando seu futuro, Werdum faz questão de pregar respeito a Lewis. Ciente dos punhos pesados do norte-americano, ‘Vai Cavalo’ sabe que não pode subestimar o rival.

“Eu quero vencer o Derrick Lewis. Eu o respeito, porque eu sei que ele é um lutador de ele. Ele tem um soco forte, também tem bons golpes. Ele está no meu caminho, mas meu objetivo é uma nova disputa de título”, concluiu.

A última vez em que Fabrício Werdum lutou pelo cinturão dos pesados foi em maio de 2016, em Curitiba, quando foi destronado ao ser nocauteado por Stipe Miocic. Antes, ele havia conquistado o título interino ao nocautear Mark Hunt no UFC 180, em 2014, e unificou os cinturões ao finalizar o até então campeão linear Cain Velasquez no UFC 188, em junho de 2015.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments