Whittaker minimiza atuação de St. Pierre: ‘Mais lento do que nunca’

Campeão interino dos médios, Whittaker disse que não ficou impressionado com o retorno de St. Pierre no UFC 217

Whittaker pode enfrentar GSP na sequência (Foto:Reprodução/Facebook RobertWhittaker)

Whittaker pode enfrentar GSP na sequência (Foto:Reprodução/Facebook RobertWhittaker)

O retorno triunfal de Georges St. Pierre no UFC 217, no último sábado (04), animou e surpreendeu muita gente, mas uma pessoa em questão garante não ter ficado impressionado. Robert Whittaker, campeão interino dos médios, minimizou a atuação do canadense, que finalizou Michael Bisping e conquistou o cinturão linear da categoria até 84kg. Para ele, GSP pareceu lento dentro do octógono.

Veja Também

St. Pierre diz que UFC 217 foi a ‘melhor noite’ de sua carreira
Dana White crava que St. Pierre irá unificar cinturão com Whittaker

“Para ser honesto, ele pareceu mais lento do que nunca. Ele é esperto, você vê que a inteligência dele ainda está lá. Seu QI de luta está lá. Obviamente, ele bate mais forte no peso-médio, mas eu bato forte e forte. Muito mais duro e veloz do que o Bisping. E tenho uma defesa de queda melhor que o Bisping, então, parece bom (enfrentar GSP)”, declarou o australiano em entrevista ao site ‘MMA Junkie’.

Embora não tenha gostado da atuação de St. Pierre, Whittaker faz questão de ressaltar toda sua admiração pelo possível próximo adversário. Para ele, a possibilidade de enfrentar GSP, o que, segundo Dana White, pode acontecer em fevereiro de 2018, é a realização de um sonho pessoal.

“Eu não tenho palavras para descrever. Eu era muito fã dele quando eu era mais jovem, eu era do peso-meio-médio, inclusive. Todos os pesos-meio-médios do mundo queriam se tornar algo como o que ele se tornou. Se eu tiver o privilégio de lutar contra ele? Cara, é o sonho virando realidade”, concluiu.

Robert Whittaker, de apenas 26 anos, conquistou o cinturão interino dos médios em julho deste ano, quando bateu Yoel Romero por decisão unânime. Antes, ele vinha de sete triunfos consecutivos, incluindo os nocautes sobre Derek Brunson e Ronaldo Jacaré. Campeão do TUF Smashes na divisão dos meio-médios (até 77kg), ele soma nove vitórias e duas derrotas na organização.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments