Técnico pede salário de US$ 15 milhões para Diaz enfrentar Woodley

Richard Perez diz que seu pupilo merece a bolsa milionária por ser um dos atletas mais famosos do mundo

N. Diaz (esq) posa com técnico R. Perez (dir) Foto: Reprodução Facebook Nate Diaz

N. Diaz (esq) posa com técnico R. Perez (dir) Foto: Reprodução Facebook Nate Diaz

Após Tyron Woodley declarar que já assinou seu contrato para enfrentar Nate Diaz no UFC 219, o peso leve segue sem dar as caras para oficializar o combate. E, segundo seu técnico de boxe Richard Perez, só uma oferta milionária fará com que Diaz volte a lutar no octógono contra alguém que não se chama Conor McGregor.

Veja Também

Vítima de Oezdemir alega ter ficado 14 minutos inconsciente após agressão
Holm alfineta ‘resmungo’ de Cyborg sobre testes antidoping
Deiveson Alcântara e Morales fazem duelo de invictos no UFC Belém

Em entrevista ao podcast “Submission Radio”, o treinador admitiu que a equipe do norte-americano está esperando a trilogia com o irlandês e disse que seu pupilo merece um salário de US$ 15 milhões (R$ 48 milhões), caso o UFC queria mesmo colocá-lo contra Woodley no último evento deste ano.

“O UFC não quer pagar Nate. Woodley está tentando fazer seu nome, ele quer lutar com os melhores, então ele quer Nate. Mas o UFC não quer pagar Nate, então por que lutar com Woodley? Nós podemos lutar com McGregor, então. Ele diz que já assinou o contrato e Nate não assinou, mas há uma razão para isso. Nate está no topo e precisa ser pago. Ele é um cara do povo e o povo quer vê-lo lutar. Ele é popular como McGregor agora. Então o UFC vai ganhar muito dinheiro e Nate não será pago? (…) Ele merece US$ 15 milhões, fácil. Ele é um astro agora. McGregor está suspenso, não pode lutar agora”, disse Perez, que vê seu pupilo vencendo Woodley, caso a luta saia do papel.

“Eu sei que Nate o venceria. Woodley lutou com caras que não esperavam que ele trocasse com eles. Lawler foi pego de surpresa. Nathan não será surpreendido. Sem lesões, Nate chega lá e é superior ao boxe em relação a Woodley. Woodley é rápido, claro, mas não tem a envergadura e Nate é rápido também. Acredite em mim, quando Nate joga combinações, ele os pega sempre Woodley não tem chance”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments