Mayweather nega que irá assinar com o UFC: ‘Nunca disse que iria’

Boxeador esclarece rumores e comenta que, de fato, poderia lutar MMA, mas garante que não mudará de esporte

F. Mayweather negou ida ao UFC (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)

Horas após o presidente do UFC, Dana White, revelar que estava negociando a contratação do multicampeão de boxe Floyd Mayweather, o próprio pugilista negou que irá lutar MMA ou que pretendia assinar com o UFC. Apesar de não ter negado as negociações com Dana, o norte-americano garantiu que não tem desejo de mudar de esporte após uma carreira impreensível no boxe.

Veja Também

Dana White confirma negociação para trazer Mayweather ao UFC
Ultimate divulga pôster do UFC 220 com destaque para lutas de título
Bisping diz que St. Pierre desistiu de título por não querer mais lutar

Mayweather ainda explicou o que quis dizer na última semana, quando comentou que poderia ganhar US$ 1 bilhão como lutador do UFC e que estaria negociando sua mudança do boxe para o MMA.

“O que eu disse exatamente foi o seguinte: se eu já fiz um bilhão antes, eu poderia fazer de novo. Se eu escolhesse assinar com o UFC, fizesse três ou quatro lutas e depois enfrentasse Conor McGregor, eu poderia ganhar US$ 1 bilhão. Eu posso. Eu poderia ganhar essa grana em três ou quatro lutas, poderia ganhar US$ 1 bilhão. Se eu escolhesse entrar no octógono e lutar (…) Só quis dizer isso. Se eu quisesse, poderia ganhar essa grana rapidamente. Mas poder e fazer são coisas diferentes. Não irei fazer isso. Nunca disse que iria. Disse que poderia”, comentou Mayweather, em entrevista ao site norte-americano “FightHype”.

Após as palavras do norte-americano, Conor McGregor fez questão de provocá-lo. Através de suas redes sociais, o irlandês postou uma foto sua com os dois cinturões do UFC que conquistou e uma palavra na legenda: “covarde”, claramente referindo-se ao pugilista.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments