Anderson Silva quebra o silêncio e culpa suplemento contaminado por doping

Spider garante que não usou nenhum tipo de esteroide e espera conseguir liberação para superluta contra Roy Jones

A. Silva (foto) culpa suplemento contaminado por doping (Foto: Reprodução Facebook ufc)

Anderson Silva quebrou o silêncio! Mais de três meses após ser flagrado em um teste antidoping antes do UFC Xangai, em novembro, o Spider tentou justificar a alteração em seu exame. Ele negou que tenha usado qualquer tipo de substância para melhora de perfomance e alega que a alteração no teste pode ter sido causada pelo uso de suplemento contaminado.

Veja Também

Roy Jones Jr diz que deixaria aposentadoria para superluta com Anderson Silva
Após novo doping, Anderson Silva garante que nunca usou esteroides
Anderson Silva é pego com testosterona sintética e diurético em antidoping

Anderson foi abordado no meio da rua por um repórter do famoso site de fofocas norte-americano TMZ. O Spider não se recusou a responder as perguntas e pela primeira vez desde o anúncio do doping tentou justificar o motivo da alteração do teste.

“Talvez os suplementos que usei estivessem contaminados. Não sei, estou apenas aguardando. Porque, obviamente, se usasse esteroides, seria estúpido. Sou muito velho, não estou no início da minha carreira, estou no final”, afirmou.

“É difícil. As regras não são fáceis, mudam toda hora”, completou, dizendo que muitos atletas se dopam sem nem saber.

Anderson Silva, que pode pegar um gancho de até quatro anos e só estaria liberado para lutar aos 46, ainda não pensa em aposentadoria. Ele espera conseguir provar sua inocência junto à Agência Antidoping dos EUA (USADA)  e realizar seu sonho de encarar o veterano Roy Jones Jr, em uma superluta de boxe.

“Estou só esperando pela USADA e pelos meus advogados. Espero poder voltar logo para lutar com Roy Jones Jr. É o meu sonho. Espero que se realize, completou.

O doping de Anderson

Anderson Silva foi flagrado em exame antidoping conduzido pela USADA enquanto se preparava para enfrentar Kelvin Gastelum na luta principal do UFC China. O brasileiro foi suspenso preventivamente. Por já ter caído em exame anterior, o Spider poderá pegar um gancho de até quatro anos, caso fique comprovado que ele agiu com má fé. Com isso, Anderson só voltaria a lutar com 46 anos.

Apesar de ainda não existir a confirmação oficial, De acordo com nota publicada pelo site do canal Combate, Anderson foi flagrado com testosterona e diurético em seu teste.

Notícias relacionadas