Após defesa de cinturão no Titan, Raush Manfio pede por chance no UFC

Lutador paulista de 26 anos tem um histórico de 11 vitórias e duas derrotas no peso leve

Manfio sonha com chance no UFC. Foto: Divulgação / Titan

O brasileiro Raush Manfio vive seu melhor momento como atleta de MMA. No último final de semana, o lutador paulista derrotou Lee Henry Lilly no Titan FC 48 e defendeu o cinturão dos leves da franquia pela segunda vez. Mas engana-se quem pensa que ele está satisfeito. Com apenas 26 anos, o ‘Cavalo de Guerra’, como é conhecido, sonha alto.

Veja Também

Dana White crava: UFC vai retirar cinturão de Conor McGregor
Pai de Mayweather acredita ida do filho para o UFC, mas recomenda: ‘Não vale a pena’

Raush, que tem um histórico de 11 vitórias e apenas duas derrotas como profissional, quer alçar voos maiores na carreira. E mesmo com a culpa idade ele já sonha com o UFC.

“Eu gostaria realmente de ter uma chance no UFC. Eu me sinto preparado, sinto-me maduro para fazer grandes lutas. Quero agradecer a todos pelo carinho e mensagens positivas nas minhas mídias e dizer que eu vou melhorar. Vou treinar mais inteligente e me esforçar com tudo o que eu sou para chegar ao topo. Quero ouvir ainda a galera gritando “Cavalo de Guerra” num ginásio lotado, no Brasil. Toda honra e glória de cada vitória, eu dedico a Jesus Cristo. Esse é o meu sonho: falar do amor Dele fazendo o que eu amo”, afirmou o brasileiro Raush.

Apesar do objetivo de debutar no Ultimate, Manfio reconhece que ainda precisa melhorar seu jogo de quedas. Para isso, o paulista irá treinar na equipe American Top Team, na Florida.

“Eu irei melhorar as transições do meu wrestling. Defensivamente, eu melhorei muito, mas preciso derrubar também. Com certeza, na próxima luta, vou vir mais afiado no wrestling para atacar. Vou trabalhar em todos os pontos do meu jogo, estudar cada movimento meu”, encerrou.