Luan Miau promete finalizar ou nocautear Lucas Mineiro no Brave 11

Lutador da CM System duela contra Lucas Mineiro pelo cinturão interino dos leves da organização

Luan (foto) promete vitória no Brave 11. Foto: Divulgação

Depois de dois nocautes em duas lutas pelo Brave Combat Federation, o brasileiro Luan “Miau” Santiago recebeu a chance de lutar pelo título. Ele enfrenta o compatriota Lucas Mineiro na luta principal do Brave 11, que ocorre em Belo Horizonte, no dia 13 de abril e promete mais uma interrupção no seu currículo no duelo pelo cinturão interino do peso leve.

Veja Também

Fabrício Werdum agradece apoio dos fãs após derrota: ‘Triste, porém com a cabeça erguida’
José Aldo revela que irá enfrentar Jeremy Stephens no UFC Cingapura

Depois de receber o título de ‘Lutador do Ano’ no Prêmio Oswaldo Paquetá em 2016, “Miau” assinou com o Brave e foi incluído, no início deste ano, na lista de maiores promessas de 2018 da revista inglesa “Fighters’ Only”. Agora, o lutador da CM System enfrenta o maior desafio de sua carreira, contra o veterano do UFC Lucas “Mineiro, mas promete novo show.

“Não consegui mostrar muito o meu jiu-jitsu e wrestling nas minhas duas lutas pelo Brave. Mas treino todo dia e com Cristiano Marcello, que dispensa apresentações, então sei que posso nocautear, mas também posso finalizar meus oponentes. Não tenho muito o que dizer sobre o “Mineiro”, mas sei que irei finalizá-lo ou nocauteá-lo”, comentou “Miau”, que fez questão de elogiar seus parceiros de treino e técnicos.

“Tenho tido um camp maravilhoso, corrigindo erros e melhorando muito no que já era bom. Muitos méritos aos meus companheiros, como o Felipe Silva e o Elizeu Capoeira, e também aos meus treinadores Cristiano Marcello, Marcelo Zulu e meu preparador Rafael Carvalho. Eles trabalham duro para eu chegar lá e dar meu show e agradeço a eles”.

Antes de conseguir a chance pelo título interino, Santiago tentou uma luta com o campeão linear Ottman Azaitar, que não pôde aceitar o duelo. Mesmo assim, o peso leve já se considera campeão do Brave.

“Para mim não tem “e se”. Eu já sou o campeão e vou lá pegar meu cinturão no dia 13 de abril. Estou muito animado e sei que ser campeão do Brave vai ser mais um passo importante na minha carreira”, declarou.

Notícias relacionadas