Companheiro de McGregor, egípcio espera conquistar torcida brasileira no Brave 11

Egípcio Ahmed Amir, que treinou com Conor McGregor, poderá se tornar o primeiro atleta a ter quatro vitórias no Brave; Ele encara Cleiton Predador em BH

Amir (foto) estará em ação no Brave 11. Foto: Divulgação

Pela primeira vez no Brasil, o peso leve Ahmed Amir poderá fazer história no Brave 11 da próxima sexta-feira e se tornar o primeiro lutador a vencer quatro lutas pela maior promoção de MMA do Oriente Médio. Para isso, “The Butcher” precisa vencer Cleiton Predador. Apesar de reconhecer a qualidade do seu adversário, o egípcio, que treinou com Conor McGregor para seu próximo combate, espera contar com o apoio da torcida brasileira.

Veja Também

Georges St. Pierre recusa desafio de Khabib: ‘Ele tem assuntos inacabados’
Aposentado, Mayweather garante: ‘Só volto se for no octógono’
Rival de Klidson no Brave 11 garante que não irá se intimidar com torcida

“Estou aqui há alguns dias e realmente impressionado com a receptividade do povo brasileiro e de Belo Horizonte. Sei que vou enfrentar um atleta local, mas espero mostrar meu estilo aos torcedores daqui e ganhar novos fãs ao longo da luta. Posso prometer a todos que estiverem presentes que eu terei uma grande atuação e eu e Cleito faremos uma luta muito emocionante”, comentou Amir.

O egípcio está cheio de moral no mundo das lutas, já que recebeu um convite pessoal do treinador principal de McGregor para integrar a SBG Ireland. Amir declarou ter ficado surpreso com a humildade do superastro e com o nível e a qualidade dos treinos na academia.

“Treinar na Irlanda foi incrível. O nível dos treinos é maravilhoso e os treinadores são demais. Sinto que mudei de nível em apenas um camp. Espero voltar logo, principalmente para treinar mais com Conor. Eu achei que ele seria marrento, mas ele é muito humilde, treina e conversa com todos, faz questão de repetir movimentos e drills, é um atleta diferenciado”, descreveu o egípcio.

O Brave 11 marca a estreia da organização em Belo Horizonte e contará com duas disputas de cinturão – o título interino dos leves estará em jogo na luta principal por Luan “Miau” Santiago e Lucas “Mineiro” Martins, enquanto o campeão meio-pesado Klidson de Abreu defende sua coroa diante do canadense Matt Baker. O show também conta com a estreia da lenda do jiu-jitsu Bruno Malfacine no Brave (enfrenta o lutador local Rafael “Mini-Man”), além de Gesias Cavalcante x Erivan Pereira e o ex-Bellator Rodrigo Cavalheiro enfrentando Alessandro Gambulino.

Card do Brave 11:

Peso leve – Luan “Miau” Santiago (BRA) x Lucas “Mineiro” Martins  (BRA) – Pelo título interino

Peso meio-pesado – Klidson de Abreu (BRA) x Matt Baker (CAN) – Pelo título

Peso leve – Erivan Pereira (BRA) x Gesias “JZ” Cavalcante  (BRA)

Peso mosca – Bruno Malfacine (BRA) x Rafael “Mini Man” Pereira  (BRA)

Peso leve – Cleiton “Predador” Silva (BRA) x Ahmed Amir (EGI)

Peso galo – Carlos Souza (BRA) x Georges Bardawill (LBN)

Peso médio – Michiel Opperman (AFS) x Bruno Assis (BRA)

Peso mosca – Marcel Adur (BRA) x Fernando Lourenço (BRA)

Peso meio-médio – Alessandro Gambulino (BRA) x Rodrigo Cavalheiro (BRA)

Peso palha – Elaine Leal (BRA) x Luana Pinheiro (BRA)

Peso pena – Arnold Quero (FRA) x Caio Gregório (BRA)

Notícias relacionadas