Vitor Belfort considera seguir lutando após UFC Rio

Apesar de anunciar sua aposentadoria no início do ano, Vitor Belfort pode lutar após enfrentar Lyoto Machida no UFC 224

V. Belfort (foto) considera lutar após UFC 224. (Foto: Reprodução Facebook ufc)

Vitor Belfort anunciou sua aposentadoria do MMA em janeiro no UFC St. Louis, mas seu rival, Uriah Hall passou mal durante o corte de peso e deixou o brasileiro sem adversário. O ‘Fenômeno’ então agendou sua luta de despedida, em casa, contra o compatriota Lyoto Machida no UFC 224, dia 12 de maio, no Rio de Janeiro. Porém, o brasileiro já cogita rever a possibilidade e continuar a lutar.

Veja Também

McGregor dispara como favorito para revanche contra Mayweather
Com preços de R$ 125 a R$ 6 mil, ingressos para o UFC 224 começam a ser vendidos nesta quarta
Dana White coloca Poirier como possível desafiante de Khabib

Em conversa com jornalistas antes do UFC 224, Belfort não cravou que o combate contra Lyoto será sua última apresentação. Ele fez questão de deixar em aberto a possibilidade de continuar a lutar após o evento no Rio.

“Porque não (continuar a lutar)? Não sabemos o dia de amanhã. Hoje não temos nada de aposentadoria”, declarou Vitor.

O lutador brasileiro ainda comentou como será o combate em sua cidade natal e o duelo contra seu amigo e ex-parceiro de treinos Lyoto machida.

“É muito bom lutar no Rio. Fico muito feliz de poder estar lutando na cidade onde meu sonho começou”, disse.  “Ali dentro não tem muita amizade não. Vai ser um querendo ganhar do outro na luta”, encerrou.

Vitor Belfort tem um histórico profissional de 26 vitórias e 13 derrotas. O brasileiro foi o lutador mais jovem a vencer uma luta no UFC, em 1997, aos 19 anos. O Fenômeno ainda conquistou um torneio de pesos pesados, vencendo dois adversários na mesma noite e faturou o cinturão dos meio-pesados, em 2004.

Notícias relacionadas