Lutador medalhista olímpico é acusado de homicídio nos EUA

Alexis Vila, duas vezes campeão mundial no wrestling e medalha de bronze em Atlanta, 1996, foi preso na última terça-feria (17)

Alexis Vila está preso nos EUA. Reprodução: Polícia da Florida

O ex-lutador Alexis Vila foi preso, no último dia 17 de abril, na Flórida (EUA). Ele é acusado de homicídio em segundo grau, por porte de arma e conspiração. O atleta ainda não teve fiança estipulada e deve aguardar a análise do seu caso no Centro Correcional Turner Guildford Knight.

Veja Também

UFC anuncia Matt Serra como novo membro do Hall da Fama
Vídeo: Lutador sobrevive a estrangulamento por um minuto, mas apaga após fim da luta

Como Alexis é cubano, o sistema prisional de Miami informou o lutador está sob custódia provisória pelo departamento de Imigração e Alfândega. Caso seja condenado, ele pode ser extraditado.

Vila já teve passagem pela polícia, em 2004 ele foi acusado de praticar violência em aeroporto, quando bateu seu veículo no terminal do Fort Lauderdale. O lutador cumpriu pena de 3 anos de prisão.

Conhecido como “The Exorcist”, Alexis conquistou dois títulos mundiais na década de 90 no wrestling e ganhou medalha de bronze nos Jogos de Atlanta 96. No MMA, o lutador teve uma grande carreira, passou por eventos como WSOF, Bellator e Titan FC, e acumulou 15 vitorias e entre elas contra os lutadores Joe Warren, Marcos Galvão e Ben Nguygen.