Chris Weidman ignora fase ruim e diz ser ‘melhor peso médio do mundo’

Apesar de apenas uma vitória em quatro lutas, ex-campeão dos médios ignora rivais e se coloca como melhor de sua categoria

Weidman garante ser o melhor da categoria peso-médio (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Chris Weidman marcou seu nome na história do peso médio do UFC ao desbancar os 10 anos de reinado de Anderson Silva. Porém, a fase do norte-americano não é das melhores, já que ele conquistou apenas uma vitória nas últimas quatro lutas. Mesmo com a fase ruim, ‘All American’ esbanja confiança e se coloca como o melhor lutador da categoria.

Veja Também

Cigano, Minotouro e Pezão são inocentados por casos de doping no UFC
Ex-UFC Leonardo Macarrão enfrenta Gadzhimusa Gaziev no Brave 12
Perto do final da carreira, Vitor Belfort reflete: ‘Você não é tratado como atleta’

Em entrevista ao programa ‘MMA Hour’, Weidman ignorou a má fase e se colocou como o melhor da divisão de até 84 kg.“Quando paro e penso, percebo que sou o melhor do mundo e tenho a capacidade de dominar todo mundo na minha divisão. Realmente acredito nisso. Sinto que tenho a força mental e física para ser o melhor na minha categoria”, afirmou o ex-campeão dos médios.

Weidman, de 33 anos, apesar dos feitos conquistados em sua carreira, ainda se considera jovem e com um longo caminho a percorrer em sua carreira. “Conquistei muita coisa, mas ainda sou jovem na minha carreira no MMA. Ainda tem grandes coisas para acontecer. Não estou no ponto em que vou começar a olhar para trás e pensar: ‘Se eu não estivesse machucado, as coisas seriam diferentes’. Me sinto abençoado por onde cheguei no esporte. Sou abençoado por tudo que já conquistei e pelas habilidades que tenho” encerrou.

Weidman está sem lutar desde  julho de 2017, quando finalizou Kelvin Gastelum. Depois disso, ele teve de se submeter a uma nova cirurgia na mão para curar um problema com o polegar. Ele não tem previsão de quando irá voltar ao UFC.

Chris conquistou o cinturão dos médios ao nocautear Anderson Silva em 2013. Ao longo de sua carreira, o ex-campeão do Ultimate tem 14 vitórias e três derrotas.

Notícias relacionadas