Fedor lembra os velhos tempos, atropela Frank Mir e avança no GP do Bellator

Lenda russa se recuperou de knockdown e nocauteou ex-campeão do UFC em 48 segundos; Brasileiro Neiman Gracie honra sobrenome, finaliza e se mantém invicto

Fedor atropela Mir e avança do GP de pesados do Bellator. Foto: Divulgação / BellatorMMA

A lenda está de volta! Fedor Emelianenko mostrou porque ainda é considerado por muitos como o maior peso pesado de todos os tempos. A atuação diante de Frank Mir, na luta principal do Bellator 198, realizado neste sábado (28), lembrou o ‘Último Imperador’ dos velhos tempos, que reinava absoluto no Pride. O russo sofreu um knockdown logo no início da disputa, se recuperou e nocauteou o ex-campeão do UFC aos 48 segundos do primeiro round. O triunfo garantiu Fedor na semifinal do torneio de pesados do show. Ele enfrenta Chael Sonnen em busca de uma vaga final do GP.

Veja Também

Vídeo: Assista o nocaute de Fedor sobre Mir no Bellator 198
Sua paixão pelas lutas pode se transformar em lucro!
Vídeo: Convington troca empurrões com Charles Bennett em evento de site pornô

Além da disputa entre os pesados, o Bellator 198 ainda trouxe outros destaques como o brasileiro Neiman Gracie que honrou o nome da família e finalizou Javier Torres no segundo round. Já Dillon Danis, técnico de jiu-jitsu de Conor McGregor, mostrou a que veio em sua primeira luta de MMA. Ele precisou de pouco mais de um minuto para finalizar finalizou Kyle Walker com uma chave de pé.  Quem também brilhou no solo foi o campeão mundial de jiu-jitsu Rafael Lovato Jr. O norte-americano finalizou Gerald Harris com uma chave de braço ainda no primeiro assalto.

Fedor atropela Mir em grande luta

A expectativa para a luta principal do Bellator 198 era grande com duas lendas dos pesos pesados em ação. De um lado Fedor Emelianenko, ex-campeão do Pride e considerado como o maior pesado da história, do outro, Frank Mir, ex-campeão do UFC e futuro Hall da Fama do Ultimate. E, mesmo distantes dos melhores momentos de suas carreiras, os atletas não decepcionaram o público presente em Rosemont (EUA) e tiveram uma atuação digna de lembrar o auge de suas trajetórias.

A luta começou com Mir tomando a iniciativa. Ele chutou a perna de Fedor e na sequência conectou um soco no rosto. O russo perdeu o equilíbrio e chegou a dobrar o joelho. Emelianenko, porém, conseguiu travar a disputa no clinch, evitar de ser castigado e ainda conseguiu uma linda queda. Por sua vez, Frank não quis se arriscar de costas no solo e rapidamente se levantou.

No recomeço da disputa em pé veio o golpe que encerrou a disputa. Fedor, lembrando o velho poder de recuperação e a precisão para nocautear, encerrou a disputa de forma contundente. Ele aproveitou que o rival caminhou para frente soltando socos, se esquivou dos ataques e com um uppercut de esquerda no contragolpe mandou Mir ao chão. Ele ainda acertou mais três socos no solo até o árbitro encerrar a disputa e decretar o nocaute técnico a 48 segundos de luta.

Neiman Gracie finaliza mais um se se mantem invicto

O único brasileiro no card do Bellator 198 deixo o cage circular com o braço erguido. Neiman Gracie mostrou que o DNA do jiu-jitsu está no nome e finalizou Javier Torres no segundo round. Desde o primeiro segundo da disputa,

Neiman controlou a disputa desde o primeiro round, derrubando o rival e procurando a melhor oportunidade para finalizar. Mas Torres mostrou que havia estudado o brasileiro e escapou das tentativas.No segundo assalto, porém, o Gracie encerrou a disputa. Ele derrubou, montou, passou a guarda e encaixou um katagatame para emplacar o oitavo triunfo em oito lutas.

Resultados Bellator 198

Fedor Emelianenko derrotou Frank Mir por nocaute a 48seg do R1

Emmanuel Sanchez finalizou Sam Sicilia com um katagatame a 3m52s do R1

Rafael Lovato Jr. finalizou Gerald Harris com uma chave de braço a 1m11s do R1

Neiman Gracie finalizou Javier Torres com um katagatame a 3m18s do R2

Dillon Danis finalizou Kyle Walker com uma chave de pé a 1m39s do R1

Card Preliminar

R’Mandel Cameron derrotou P.J. Cajigas na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Mark Stoddard finalizou Dan Stittgen com um triângulo a 4m43s do R1

Eric Wisely finalizou Morgan Sickinger com uma chave de braço a 1m12s do R1

Asef Askar empatou Andrew Johnson na decisão majoritária dos juízes (28-27 Askar, 28-28, 28-28)

Joey Diehl finalizou Nate Williams com um triângulo a 54seg. do R1

Notícias relacionadas