Caso de violência doméstica contra Nick Diaz é arquivado pelo Tribunal de Nova York

Segundo o advogado do lutador as acusações foram revistas pelo procurador que chegou à conclusão de que as evidências eram inconsistentes

N. Diaz não luta desde 2015. Foto: Reprodução/Instagram nickdiaz209

Em maio deste ano, Nick Diaz foi acusado e preso devido à acusação de violência doméstica. A suposta vítima alegou que o lutador a sufocou e atirou ao chão diversas vezes. Com isso, o ex-campeão do Strikeforce foi denunciado à justiça de Nova York em três acusações criminais, incluindo duas acusações de agressão doméstica por estrangulamento e uma por bateria doméstica com danos corporais substanciais. Nesta quinta-feira (30), o advogado do norte-americano, Ross Goodman disse a “ESPN” que o processo foi arquivado e seu cliente está livre.

Veja Também

Promotores acrescentam duas acusações ao caso de violência doméstica de Nick Diaz
Nick Diaz paga fiança e é solto após a acusação de violência doméstica

Segundo Goodman, o Tribunal analisou o processo novamente e chegou à conclusão de que as evidências eram inconsistentes. A vítima deu várias versões do fato e os ferimentos não eram condizentes com as alegações. Assim, o advogado de Nick acredita que o nome de seu cliente seja limpo dessas acusações.

“[Nick está] agradecido ao gabinete do Procurador Distrital, que foi justo e pensativo em rever este caso com base nas provas. A verdade atrasada é melhor do que nenhuma verdade e eu confio que o cancelamento final de todas as acusações com será visto como uma defesa total para Nick e limpará seu nome de ser associado com tais alegações horríveis, mas falsas”, declarou Goodman.

Se for confirmado o arquivamento das acusações, Nick Diaz está livre para retornar ao Ultimate. O norte-americano não luta desde janeiro de 2015, quando foi derrotado por Anderson Silva. Após o confronto, foi detectado o uso de testosterona sintética e diurético no teste antidoping do brasileiro e teve sua vitória anulada. Nick também falhou no exame antidoping por uso de maconha.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments