Woodley ignora St. Pierre e se declara ‘maior meio-médio da história’

Campeão dos meio-médios, que emplacou sua quarta defesa de cinturão no último sábado, esbanja confiança e se diz como maior lutador da história do peso

Woodley diz ser o maior meio-médios de todos os tempos. Foto: Reprodução/Instagram twoodley

A vitória dominante sobre Darren Till no UFC 228 elevou a moral de Tyron Woddley. O campeão dos meio-médios, que defendeu seu reinado pela quarta vez ao finalizar o inglês no último sábado (08), se autoproclamou o maior lutador de sua divisão em todos os tempos. O norte-americano fez questão de afirmar que é melhor nomes como: BJ Penn, ex-campeão dos leves, meio-médios e membro do Hall da Fama e Georges St. Pierre, maior campeão da divisão de meio-médios e ex-campeão dos médios.

Veja Também

Recém contratado pelo Bellator, Erick Silva enfrentará Lorenz Larkin em outubro
Anderson Silva coloca mansão na Califórnia à venda por mais de R$20 milhões

Em entrevista ao site de focadas TMZ, Woodley lembrou de GSP, mas não teve dúvidas em se colocar a frente do canadense. “Eu sou o maior meio-médio de todos os tempos. Nenhum desrespeito a Georges St-Pierre, mas eu não tenho que lutar contra ele para provar isso”, provocou Tyron.

St-Pierre dominou a categoria dos meio-médios entre 2007 e 2013, ano que em anunciou sua aposentadoria. O canadense emplacou nove defesas de títulos, recorde do peso até hoje. Ele ainda voltou a competir em 2017, quando subiu a divisão de médios, tomou o cinturão de Michael Bisping e voltou a se afastar do octógono.

Por sua vez, Woodley sagrou-se campeão em 2016, quando nocauteou o até campeão Robbie Lawler no UFC 201. ‘O Escolhido’, como é conhecido, defendeu o posto de campeão em quatro oportunidades: Stephen Thompson duas vezes, Demian Maia e, por último, contra Darren Till.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário