KSW Londres: antecipe suas apostas e fature alto com o evento

Saiba como investir na principal organização do MMA europeu

A KSW (Konfrontacja Sztuk Walk), principal organização de MMA da Europa, já tem data marcada para o seu retorno à Inglaterra. No dia 06 de outubro, acontece em Wembley, na capital, Londres, o KSW 45, evento que terá como principais destaques as disputas de cinturão dos pesos-pesados entre Phil de Fries e Karol Bedorf, e dos meios-medios envolvendo Dricus du Plessis e Roberto Soldic. As emoções, no entanto, não pararão por aí, pois o público também será brindado com as duas semifinais do torneio da divisão dos médios, com Damian Janikowski enfrentando Michal Materla e Scott Askham medindo forças com Marcin Wojcik.

Quem já está familizarizado com o mercado de apostas esportivas sabe que a antecipação dos investimentos é a melhor forma de potencializar os lucros. Por isso, confira nossos prognósticos e fique atento às cotas do Oddsshark.com para  faturar alto com as apostas futuras no KSW 45.

Phil de Fries x Karol Bedorf

No principal combate da noite, o atual campeão da divisão dos pesos-pesados, Phil de Fries, fará em casa a sua primeira defesa de cinturão, diante do polonês Karol Bedorf.

De Fries ficou marcado negativamente por sua passagem pelo UFC, que teve duas vitórias e três derrotas. No entanto, vem fazendo sucesso em outras franquias, e venceu suas três lutas mais recentes contra Anton Vyazigin pelo M-1 Global, James Thompson pelo Bellator e Michał Andryszak pela própria KSW. Esta última, decidida com um nocaute ainda no primeiro round, valeu o título da organização para o lutador, que tem um cartel de 15 vitórias e seis derrotas.

O desafiante será ninguém menos que o primeiro campeão dos pesos-pesados da história da franquia. O polonês Karol Bedorf conquistou o cinturão da divisão ao vencer seu compatriota Pawel Nastula no KSW 24, em 2013. Ele defendeu o título em três oportunidades, contra Rolles Gracie, Michal Kita e James McSweeney, até que sucumbiu diante do brasileiro Fernando Rodrigues Júnior no KSW 37, em dezembro de 2016. Há apenas dois meses, Bedorf levou a melhor sobre seu compatriota Mariusz Pudzianowski. O polonês está realmente disposto a retornar ao topo, e é o favorito, apesar de lutar na casa do rival.

Caso Bedorf consiga recuperar o título, o lucro será de 57%, mas se o cinturão continuar com Phil de Fries, cada real investido retorná R$ 2,30.

Dricus du Plessis x Roberto Soldic

A luta Dricus du Plessis e Roberto Soldic será uma revanche do KSW 43, realizado no último mês de abril, em que o sul-africano tomou o título do croata, e pelo menos no que diz respeito aos odds, será a mais equilibrada do evento.

A trajetória de Du Plessis chama a atenção. O lutador ostenta um cartel de 12 vitórias (quatro por nocaute e oito por finalização), e apenas uma derrota, diante do veterano do UFC Garreth McLellan, em agosto de 2014. O sul-africano já acumula oito triunfos consecutivos, e além de ostentar o cinturão dos meio-médios no KSW, unificou os títulos dos pesos-médio e meio-médio no EFC (Extreme Fighting Championship).

Soldic, por seu turno, viveu uma fase espetacular entre outubro de 2016 e dezembro de 2017, quando venceu sete lutas consecutivas e conquistou o título da divisão. Este será seu primeiro compromisso após o fatídico revés no KSW 43. O croata tem um cartel de 13 vitórias e três derrotas, e foi apontado como uma das 10 promessas europeias para ficar de olho em 2018.

As cotas do Oddsshark.com indicam um favoritismo extremamente sutil para Du Plessis, com um retorno de R$ 1,83 por cada real apostado. O lucro será de 90% caso Soldic leve a melhor.

Quatro lutadores disputam o cinturão da divisão dos médios

O título da divisão dos pesos-médios do KSW ficou em aberto depois que o campeão Mamed Khalidov o colocou à disposição, e a organização optou pela realização de um torneio eliminatório para decidir quem será o novo dono do cinturão. Os finalistas serão conhecidos em Londres.

Na primeira semifinal, o inglês Scott Askham, ex-campeão da organização local BAMMA, é favorito diante do sueco Martin Wojcik, que mudou de divisão apenas para disputar o título.

Askham estreiou com o pé direito na organização ao vencer o ex-campeão Michał Materla no KSW 42, em março, e tem um cartel de 16 vitórias e quatro derrotas. Já o quarentão Wojcik, venceu nove de suas últimas dez lutas, a mais recente contra Hatef Moeil. No entanto, deve encontrar alguma dificuldade para lutar com o peso abaixo do habitual.

Esta luta é a que apresenta maior disparidade nos odds, com retorno de R$ 1,53/R$ 1,00 para o lutador local, e R$ 2,40/R$ 1,00 para o desafiante sueco.

A outra vaga na decisão ficará entre os poloneses Michal Materla e Damian Janikowski. O primeiro é um lutador consagrado, ex-campeão e dono de um cartel de 26 vitórias e seis derrotas. Já o segundo, é um ex-medalhista olímpico de wrestling que tornou-se lutador profissional em 2017, mas precisou de apenas três lutas para chamar a atenção.

Janikowki surpreendeu ao derrotar Antoni Chmielewski, um veterano de mais de 50 lutas, e mostrou que não foi sorte de principiante quando nocauteou Yannick Bahati em apenas 18 segundos no KSW 43.

Materla venceu quatro de suas cinco lutas desde que perdeu o cinturão para Mamed Khalidov, em 2015, mas foi derrotado na mais importante, contra Scott Askham. Mais experiente, ele é o favorito para avançar à final.

A vitória de Materla devolverá R$ 1,72 por cada real apostado, enquanto um triunfo de Janikowki proporcionará 105% de lucro.

KSW 45

06 de outubro de 2018, em Londres

Peso-pesado – (R$ 2,30) Phil de Fries x Karol Bedorf (R$ 1,57)

Peso-meio-médio – (R$ 1,83) Dricus du Plessis x Roberto Soldic (R$ 1,90)

Peso-médio – (R$ 1,53) Scott Askham x Martin Wojcik (R$ 2,40)

Peso-médio – (R$ 2,05)  Damian Janikowski x Michal Materla (R$ 1,72)

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments