Cormier confessa que ‘não está 100%’ para enfrentar Lewis no UFC 230

O campeão dos pesados admitiu estar preparado para o duelo, mas ainda não se recuperou totalmente da lesão que teve na mão direita durante o combate contra Stipe Miocic

D. Cormier tem menos de 20 dias para o duelo. Foto: Reprodução/Facebook ufc

Daniel Cormier vai encarar Derrick Lewis pelo cinturão dos pesados na luta principal do UFC 230, dia 3 de novembro em Nova York (EUA). Faltando menos de um mês para o confronto, o campeão confessou que ainda não se recuperou totalmente da lesão que teve na mão direita durante o combate contra Stipe Miocic em julho no UFC 226. Entretanto, afirmou que está preparado para enfrentar ‘Black Beast’ no lendário, Madison Square Garden.

Veja Também

Disputa de cinturão entre Cormier x Lewis é oficializada para o UFC 230
Cormier dispara contra Lewis: ‘terá que me nocautear para vencer’

“Não está 100%, vou ser honesto. Meu punho fecha, mas não completamente. É como se meu dedo estivesse muito, muito inchado agora. (…) Você já teve um dedo inchado de modo que não consegue estalá-lo? Que se projeta um pouco mais do que o outro dedo? É como minha mão está agora, então meu indicador não fecha completamente. Tipo, eu não consigo fazer um punho cerrado, mas sinto como se, se eu pudesse estalá-lo, estaria ok”, disse Cormier em entrevista ao programa norte-americano MMA Hour.

Mesmo com as mudanças no camp devido à lesão, Cormier garantiu que está treinando duro e vai estar preparado para o desafio que tem pela frente.

“Posso fazer muitas coisas. Algum sparring. Só não estou batendo tão forte com minha mão direita. Posso fazer wrestling, mas estou tentando ir com muito cuidado. Estou lidando com isso, porque, se algo for acontecer, prefiro que aconteça na luta do que na sala de treinamentos. Quão horrível seria se eu assumisse esta luta três semanas antes e tivesse que sair uma semana depois de topar?”, explicou Daniel.

Aos 39 anos, Cormier tem 22 combates na carreira, sendo 21 triunfos e um revés. Em 10 oportunidades terminou suas lutas com um nocaute. Seu último compromisso foi contra Stipe Miocic em julho no UFC 226. O ‘DC’ nocauteou o campeão no primeiro assalto e conquistou o título dos pesados.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário